Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Quais os segredos para um bom sexo oral?

Vanessa de Oliveira, escritora e ex-garota de programa, explica sem frescuras como enlouquecer um homem com a prática

Redação |

Getty Images

 

Não há homem que não goste de receber sexo oral. A língua e a boca têm a temperatura e a umidade ideais para tornar a carícia muito mais excitante.

Leia mais:
Sexo oral: “É mais fácil dar prazer que receber”
Especial treinamentos eróticos: Sexo Oral
50 perguntas respondidas sobre sexo

Por incrível que pareça, não é o sexo anal o campeão do ranking das preferências sexuais masculinas. O vencedor é o oral. Portanto, as garotas de programa abusam dessa prática e se dedicam a aprender e fazer bem. Não há mulher boa de cama se ela não souber fazer um sexo oral bem feito. Sexo oral é imprescindível.

A primeira grande dica é manter a boca e língua bem umedecidas. Como a glande é uma região bastante sensível, precisa ter diminuído o atrito seco e a saliva ajuda a tornar o toque mais excitante, pois desliza melhor.

Começa-se pela fala, dizendo o quanto se gosta e sente prazer em fazer oral nele. Se ele não estiver antes excitado, começará a ficar assim que começara ouvir. Eu usava desse artifício quando era garota de programa, pois algumas vezes meus clientes chegavam no quarto desejando fazer um programa, mas estavam sem ereção e para dar um início rápido ao seu processo de excitação eu usava dessa estratégia.

Aprecie o pênis dele com as palavras, com a boca e com os olhos. Homens são verdadeiros narcisistas no que diz respeito ao pênis e esperma. E eles gostam de ver expressões de desejo no rosto de quem os acaricia com oral. Aproveite para fazer enquanto fala frases picantes.

Massageie e acaricie os testículos dele, um de cada vez. Acredite, ele vai adorar! Deslize seus dedos em direção ao períneo e acaricie essa sensível região, sem pudores. Confie em mim, ele irá delirar! Depois de falar, segure com vontade o pênis, não de forma delicada como quem tem medo, mas com firmeza, com maestria.

Então é hora de por em prática o oral. Começa-se pela glande, com a boca bastante úmida envolvendo-a por inteiro. Nessa hora deixa-se a língua flácida e faz-se movimentos de subir e descer, ora tirando o pênis totalmente da boca, ora subindo e descendo sem parar.

Leva-se também o pênis até o fundo da garganta. Procure, no momento que o pênis está todo envolto pela boca, fazer sucção com bastante força, e procure deixar a boca mais suave (diz-se toque aveludado) quando estiver na parte da glande.

Estou falando aqui os segredos que uma profissional do sexo usa para ter êxito no sexo oral. No início você pode sentir um incômodo, mas com o treino não se tem mais a sensação do refluxo quando o pênis toca a epiglote.

A região de maior sensibilidade é a glande, mas nela encontramos uma micro região que é mais sensível ainda, o freio do prepúcio. Vale a pena dar uma olhada em um livro de anatomia para você saber a localização exata, ou então procurar figuras da anatomia peniana na internet.

Exatamente nessa parte é que se concentrará a atenção especial. Tem duas maneiras diferentes de se dar prazer com oral no freio do prepúcio. Uma delas é, com a língua umedecida e rígida, sem estar com a boca na glande, friccionar o freio, apenas com a ponta da língua rígida. Brinque de percorrer o curto comprimento do freio do prepúcio e brinque também na transversal do freio.

A segunda maneira é com a boca envolvendo toda a glande, também se acaricia o freio do prepúcio, só que usando a língua flácida. Apesar da parte mais erógena do pênis ser o ápice, explora-se todo o corpo peniano e passa-se a língua envolta dele, dando paradas para dar sugadas na região da virilha também. Profissionais do sexo abusam dos movimentos repetitivos, fazendo inicialmente em ritmo devagar e depois acelerando os movimentos.

Para aumentar a força do orgasmo, faz-se com que o momento dure o maior tempo possível, mudando de ritmo quando ele estiver a ponto de ejacular, dessa maneira é possível controlar a hora da finalização. Mudanças frequentes no movimento costumam retardar a ejaculação, bem como movimentos repetitivos e vigorosos aceleram o processo.

Para causar maiores arrepios no homem, balas de halls preto podem estar na boca enquanto o sexo oral é feito. Essa até é uma dica da década passada, hoje em dia já se conta com gel comestível de vários sabores que também causam a mesma sensação refrescante da bala, bem como pedrinhas de gelo. Ambos causam sensações térmicas incomuns, que excitam os homens.

Depoimento de Vanessa de Oliveira

 


 

Vanessa de Oliveira  - 100 Segredos de uma Garota de Programa, Vanessa de Oliveira, Matrix Editora

Leia mais:
20 dicas para conquistar ou turbinar seu orgasmo
10 dúvidas sobre pênis
Aprenda a fazer massagem sensual

Leia tudo sobre: mulhersegredossexosexo oralvanessa de oliveira

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG