Se dinheiro não fosse um problema, o que você escolheria?

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237496362577&_c_=MiGComponente_C

Houve um tempo em que trabalhar fora de casa, integrar o mercado de trabalho, engrossas as fileiras de operárias nas fábricas, era uma conquista das mulheres. Hoje, décadas depois dos protestos feministas cujo objetivo era garantir o direito feminino ao trabalho, à educação e à participação política, muita coisa mudou.

Para 43% das mães americanas que trabalham fora de casa o melhor presente de Dia das Mães seria poder passar mais tempo em casa com os filhos. 

Essa é conclusão de uma pesquisa realizada pela maior empresa americana online de recursos humanos, CareerBuilder, que recebe 23 milhões de visitantes e oferece 1,6 milhões de oportunidades de emprego. A pesquisa foi feita online e encomendada para a empresa Harris Interactive e envolveu 880 mulheres de mais de 18 anos, empregadas em período integral, com ao menos um filho menor de 18 anos.

Entre as mulheres que responderam à pesquisa e que dispunham de mais de uma fonte de renda, 51% afirmaram que deixariam de trabalhar se o parceiro ou o cônjugue ganhassem o bastante para garantir o sustento de toda a família.

Embora questões como equilibrar o tempo entre trabalho, casa e vida pessoal fossem importantes, para as mulheres da pesquisa americana, o grande problema era o pouco tempo que elas passavam com os filhos -- menos de três horas por dia para 34% das entrevistadas.

Perder datas e eventos importantes na vida dos filhos, trazer trabalho para casa e o tempo perdido indo e voltando para o trabalho foram as outras reclamações que apareceram na pesquisa.

Embora a pesquisa tenha se restringido a mulheres americanas, a insatisfação feminina em relação ao trabalho talvez seja um problema mais geral, com o qual as empresas no futuro ainda terão que lidar.

E você, o que acha?

Se dinheiro não fosse um problema, você...
Preferiria ficar em casa cuidando dos seus fillhos

Continuaria trabalhando normalmente, afinal foi para isso que você estudou tanto

Negociaria horários de trabalho mais flexíveis para tentar conciliar as duas coisas



A consulta é realizada somente entre internautas e não tem valor de amostragem científica

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.