Confira os modelos que combinam melhor com as mulheres mais cheinhas

Decote e mangas longas são a sugestão do estilista Antônio Viella para uma noiva mais gordinha. O tecido tem o mesmo desenho da renda Valentino, usada na lateral
Reprodução
Decote e mangas longas são a sugestão do estilista Antônio Viella para uma noiva mais gordinha. O tecido tem o mesmo desenho da renda Valentino, usada na lateral
Escolher o vestido de casamento é um dos momentos de maior importância para as noivas. E para aquelas que estão acima do peso, essa tarefa pode vir com uma dose extra de ansiedade. Isso porque a preocupação com o caimento é ainda maior e nem todos os modelos adorados no cabide ficam bem no corpo.

Para indicar os melhores cortes e tecidos que deixam a noiva plus size exuberante, consultamos os estilistas Antônio Viella e Patrícia Granha . Eles apontam o que valoriza as curvas e disfarça outras áreas do corpo. Confira!

Destacar o decote
As mulheres mais cheinhas costumam ter um colo bonito e, por isso, devem apostar em um decote amplo, como o em “V”. Para quem não quer revelar muito, a cava americana – mais entrada na lateral e menos profunda - é opção, porque amplia o ombro e diminui a largura dos braços.

Popular, o tomara-que-caia está na lista dos modelos a serem evitados. “Tem que ser para magras. Ele marca a gordurinha embaixo do braço e valoriza o busto e ombros”, diz Patrícia.

Corte império: marcado abaixo do busto com vestido soltinho embaixo
Reprodução
Corte império: marcado abaixo do busto com vestido soltinho embaixo
Tecidos soltos para alongar a silhueta
A saia evasê é a mais indicada para disfarçar o quadril largo, já que abre em formato de “A” e não marca no corpo. A dica principal para a parte de baixo do vestido é evitar o excesso de pregas e apliques, que aumentam o volume.

De acordo com Viella, bordados que cruzam a cintura são ótimos para dar a impressão de curvas mais enxutas. Outra opção é usar a técnica de moulage, caracterizada pela sobreposição de tecidos. “Costumo fazer um transpassado vertical no tronco e, abaixo, vou ‘soltando’ o vestido”, diz o estilista.

Braços camuflados

As mangas 7/8, que cobrem até abaixo dos cotovelos, são uma ideia para quem não quer chamar a atenção para os braços gordinhos. Mas cuidado: se as mangas forem muito mais curtas do que isso é possível que elas acabem destacando os braços e dando o feito contrário.

Escolha do material
Tecidos mais fluidos na base do vestido tendem a aumentar a silhueta. Por isso, prefira aqueles

Para as noivas com mais busto, Viella desenhou um decote com maior sustentação. O vestido tem camadas de tecidos diferentes e abertura com detalhe nas costas
Reprodução
Para as noivas com mais busto, Viella desenhou um decote com maior sustentação. O vestido tem camadas de tecidos diferentes e abertura com detalhe nas costas
considerados encorpados, mas que permitem movimento, como o crepe de seda e o cetim de seda. “Eles podem ser sobrepostos por detalhes em renda francesa, por exemplo”, recomenda Viella. Para quem não quer abrir mão do tecido leve, Patrícia sugere um detalhe transparente nas costas.

Individualidade
Tão importante como as dicas para escolher o melhor vestido para cada corpo é ser coerente com o sonho da noiva e o estilo pessoal. “O vestido mexe com a pessoa. Gosto de fazer uma entrevista, conversar bem, entender o que ela quer do casamento”, diz Fabiana sobre o processo de criação de cada peça.


Leia no iG Moda:

Coluna FATshion para mulheres Plus Size

Como escolher a roupa de madrinha?

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.