A partir de experiências pessoais, a noiva Livia Colucci e a mãe da noiva Cristina Nudelman criaram negócios para ajudar as noivas a encontrar seus vestidos

Livia Colucci e a irmã Alana com modelos vestidas de noiva: últimos dias de planejamento fora do país, para comprar o vestido
Divulgação
Livia Colucci e a irmã Alana com modelos vestidas de noiva: últimos dias de planejamento fora do país, para comprar o vestido

Livia Colucci, 27 anos, passou pelo mesmo drama de todas as brides-to-be do universo: estava insegura em encomendar um vestido do zero, mas não encontrava um modelo pronto para chamar de seu. Formada em moda, ela era apaixonada pelos modelos chiquérrimos das estilistas Vera Wang e Monique Lhuillier. Por isso, resolveu ir a Nova York comprar o vestido, com a mãe e a irmã à tiracolo.

Encontrou seu Vera Wang dos sonhos, mas teve de voltar para lá um mês antes do casamento para fazer as provas, que duraram 20 dias. “Foi um transtorno. Tive até que pedir demissão do meu emprego e fiquei maluca estando tão longe enquanto os últimos preparativos da festa aconteciam”, lembra.

Mas durante a viagem, Livia Colucci e a irmã, Alana Marinez Cordeiro, enxergaram uma oportunidade de negócio. Há três meses, elas abriram a loja Whitehall, em São Paulo, distribuidora exclusiva dos vestidos de noiva Vera Wang e Monique Lhuillier, além de vender modelos de estilistas brasileiros e desenharem a pedido da noiva. “É difícil uma noiva que tenha tempo para ir aos Estados Unidos procurar o vestido. E viajar sozinha para essa escolha tão importante é praticamente impensável, o que torna a viagem ainda mais cara”.

Para a consultora Cristina Nudelman, foi a experiência de ser mãe da noiva que deu novo rumo aos negócios. Cristina criou um pacote de viagem especializado para noivas em busca não só do vestido, mas também do enxoval e outros mimos no exterior.

Ela montou uma lista de fornecedores em Miami para a filha que ia casar e postou toda a aventura em seu blog . Quando as leitoras começaram a pedir mais dicas, Cristina se associou a uma agência de turismo para criar o Bride’s Tour, uma viagem específica para noivas, mães e madrinhas. “Hoje as noivas são informadas e sabem o que querem. Mas num país estrangeiro, e levando-se em conta que neste período de casamento experimentamos um momento único, é sempre bom ter a ajuda de alguém que conhece os lugares”, diz Cristina.

Leia também
Guia do casamento: ideias, dicas e soluções para a noiva planejar o grande dia
Agenda da noiva: o que fazer mês a mês

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.