Quem não quiser dar adeus ao vestido depois do casamento pode encomendar uma boneca vestida com a réplica do modelo do grande dia

Quando se casou, em abril de 2010, a decoradora Michelle Hallake não imaginava que ficaria tão apegada a seu vestido de noiva. Decidir o modelo não foi das tarefas mais simples. Ela recortou várias fotos de uma revista e mostrou para o então futuro marido, Rafael. O noivo detestou justamente aquele com o qual ela havia decidido se casar. Depois de chorar, frustrada, Michele foi até o ateliê de Marie Lafayette, em Botafogo, Rio, e se conscientizou de que, afinal, sempre estivera errada: se apaixonou perdidamente por um novo modelo que a estilista lhe apresentou. A tal ponto que começou a sofrer para ter que devolver a peça. “Depois da cerimônia, pendurei o vestido no armário e nunca encontrava coragem para levá-lo de volta. Era tortura demais”, disse a decoradora. O socorro, mais uma vez, veio da estilista, que a presenteou com uma Barbie que usava uma réplica perfeita de seu vestido de noiva.

Esse é o trabalho especial que Marie Lafayette faz há apenas cinco meses e que está conquistando uma legião de fãs: ao invés de ficar com o vestido do casamento amarelando no armário, a noiva leva para casa uma Barbie que usa a réplica perfeita do modelo usado no grande dia. “Comecei a perceber que para as noivas era uma alegria fazer o vestido e uma tristeza devolvê-lo. Então inventei uma lembrança que pudesse ser mais palpável que os registros fotográficos e que ao mesmo tempo pudesse passar de geração em geração”, explicou a estilista carioca, que se diverte com o movimento que a novidade vem causando em seu ateliê. “Já vi mãe e filha disputando a boneca, a tal ponto que tive que fazer uma para cada. Um noivo também me procurou, porque queria dar para a esposa a miniatura do vestido como presente de um ano de casamento”, contou.

A novidade vem agradando em cheio pessoas de todos os tipos. A artista plástica Vera Lúcia Claudiana, por exemplo, não se conteve quando viu as bonequinhas vestidas de noiva e encomendou uma para dar de presente para a sobrinha, Andrea Perez, que se casa no mês que vem. “Quando ela viu a boneca pronta, começou a chorar de emoção. É um presente delicado, que serve para eternizar um momento que é só felicidade”, contou Vera. Até a estilista Marília Carneiro, de “Ti-ti-ti”, já passou pelo ateliê e “raptou” para levar para a produção da novela algumas “noivinhas”.

Se um vestido sob medida pode custar entre R$ 4 mil e R$18 mil, o investimento em um mini vestido, claro, é bem menor, algo em torno de R$ 500. “Fazer a roupa em miniatura e bordar os cristais em tecidos pequenos são trabalhos muito delicados. Você tem que fazer tudo à mão e não é tarefa simples dar uma modelada num corpo de boneca”, explica Marie, que usa nas suas noivinhas as mesmas técnicas que aprendeu na Esmode, prestigiada escola de alta-costura de Paris. É ou não é uma verdadeira “Bonequinha de Luxo”?

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.