Da rainha inglesa Vitória, que popularizou o branco, à atriz brasileira Juliana Paes o iG selecionou trajes que marcaram época

O volumoso vestido de Lady Di traduzia as tendências de moda da época
Reprodução
O volumoso vestido de Lady Di traduzia as tendências de moda da época

As inspirações para os vestidos de noiva são diversas, desde um sonho até desfiles de moda. Porém, muito dos modelos conhecidos vieram de outros já consagrados por figuras públicas, principalmente em casamentos reais.

Leia também:
Qual o melhor vestido de noiva para o seu corpo?
Do tapete vermelho ao altar

“O vestido de noiva nem sempre foi branco. Esta tradição tem pouco mais de 200 anos“, conta o estilista e escritor do livro “História da Moda – Uma Narrativa” (Ed. Anhembi Morumbi), João Braga. Ele explica que a mudança de cor do modelo usado em casamentos teve influência de dois nomes importantes da história: Josephine, esposa de Napoleão Bonaparte, e a rainha inglesa Vitoria.

De acordo com o estilista, Josephine e Napoleão se vestiram de branco para a coroação do francês, que seria feita pelo Papa. Como os dois ainda não eram casados, o pontífice fez uma pequena cerimônia de casamento antes da principal – que faria de Napoleão imperador. “A partir daí veio a ideia de noiva usar branco, mas quem difundiu mesmo esta cor de vestido foi Vitória, rainha da Inglaterra”, explica João. Por ser uma rainha muito jovem, coroada aos 18 anos, ela escolheu usar a cor branca. “Nessa época, as senhoritas só saiam de casa de branco”, esclarece o estilista.

O vestido de Vitória, decorado com flores de laranjeiras e o véu de renda, foi bastante copiado no fim do século 19. A partir de então, explica a professora do curso de moda da Faculdade Santa Marcelina, Andréia Miron, os modelos usados por rainhas e chefes de Estado passaram a ter bastante impacto entre as futuras noivas. O vestido usado por Elizabeth II em 1947, por exemplo, se tornou referência para as noivas da época por causa da simplicidade do tecido e do véu bastante comprido.

Terço e buquê de flores
“O sonho do vestido de noiva está muito ligado à ideia de ser uma princesa”, comenta Andréia (veja aqui galeria dos casamentos de princesas ). João Braga comenta que, nos anos 50, os casamentos de Jacqueline Kennedy e Grace Kelly influenciaram muito. O decote e as luvas do vestido de Jacqueline foram muito copiados por mulheres que queriam ser chiques. Já o modelo usado por Grace Kelly inovou na gola alta e nas rendas.

“Além do vestido, Grace Kelly introduziu o hábito de entrar na igreja segurando um terço no lugar do buquê de flores”, comenta João. “A diva do cinema que virou princesa mostrou que tinha estilo. O vestido dela é atemporal”, completa Andréia. Este modelo serviu de inspiração para o casamento mais esperado dos últimos tempos: o do príncipe William com Kate Middleton. A atenção dada ao evento mostrou a incontestável importância dos casamentos reais, ainda nos dias de hoje.

Tendência e moda nos vestidos
“O vestido de Elizabeth II teve influências francesas”, afirma João Braga. Ele conta que no século 20 a França teve extrema importância para a moda mundial. A partir dos anos 50, por exemplo, Dior lançou o “new look”, uma tendência que invadiu as ruas e caiu no gosto das noivas. Este visual mais leve pode ser visto no vestido usado por Audrey Hepburn no filme “Cinderela em Paris”.

Outro vestido que, segundo Andréia e João, conseguiu mostrar de forma muito eficiente as tendências de moda da época foi o da Princesa Diana. “Os vestidos nos anos 80 eram ‘over’. Tudo era muito grande: o buquê, o véu, a grinalda. Tinha muita saia, muita gola e bordado. Isso fica claro no vestido da Diana”, analisa Andréia. Segundo João Braga, o modelo foi o “mais copiado da história”. Ele ainda aponta que as mulheres passaram a se casar de tiara e coroa depois de Diana.

O poder local das atrizes
Mas nem todos os vestidos que causam impacto vêm da realeza. De acordo com João Braga os modelos usados por atrizes também têm capacidade de influenciar, só que em âmbito mais local. “No Brasil, por exemplo, o vestido da atriz Juliana Paes, feito por Samuel Cisnansck, influenciou muitas noivas.” Outro traje brasileiro que ainda é referência para noivas foi o modelo criado por Emanuelle Junqueira para a cantora Sandy Leah.

Enquanto no Brasil é a televisão que dita moda, nos EUA são as atrizes de cinema. O vestido usado por Elizabeth Taylor em seu primeiro casamento , em 1950, teve um impacto enorme nos casamentos seguintes.

Confira também:
Vestida para casar
Noivas se casam com o vestido das mães
Vestido de noiva e os signos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.