Técnica importada da Colômbia mantém o arranjo bonito e com aspecto natural

Rosas preservadas: noiva pode receber o buquê alguns dias antes do casamento
Divulgação
Rosas preservadas: noiva pode receber o buquê alguns dias antes do casamento
A preservação de flores é boa pedida para noivas que desejam manter o buquê perfeito mesmo depois do casamento. Diferente da desidratação, a técnica importada da Colômbia mantém o aspecto natural do arranjo.

De acordo com Sylvia Montenegro, proprietária da empresa Flor de Cór, que oferece o serviço com exclusividade no Brasil, as flores preservadas têm as mesmas características físicas que as naturais, mantendo ainda o frescor, a beleza e delicadeza dos arranjos.

Como funciona: A noiva pode definir o buquê desejado com a própria empresa de preservação ou junto ao florista preferido. As flores são importadas da Colômbia já preservadas e o buquê é montado de acordo com o gosto da cliente. As opções de flores são: rosa, cravo, copo de leite, gardênia, hortência, orquídeas e folhagens.

Duração e conservação: A duração é de três anos, desde que as recomendações básicas sejam seguidas: o produto não pode ser molhado nem exposto ao sol. Molduras protetoras, como quadros e caixas de vidro, contribuem para a preservação por mais tempo, nesse caso o buquê pode durar por até dez anos com boa aparência. O preço médio do buquê de rosas é R$500,00.

Flores ganham cores inusitadas e aparência natural
Tricia Vieira/FOTOARENA
Flores ganham cores inusitadas e aparência natural

Serviço
Flor de Cór
(11) 3641-3112
www.flordecor.com.br

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.