Quando a temperatura é baixa demais aumenta o tempo necessário para a secagem

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237508663477&_c_=MiGComponente_C

Fazendo com que o cabelo fique muito tempo exposto ao calor, o que acaba por danificá-lo e deixa os fios arrepiados. Por outro lado, se for alta demais, danifica os fios em pouco tempo.

Medimos a temperatura nas diferentes velocidades disponíveis em cada aparelho. As marcas GA.MA Italy, Arno e Britânia SP2100 apresentaram temperatura um pouco superior a 80ºC (nível máximo de calor para não fritar os fios) já na velocidade mínima. Assim, se você não quer danificar os fios, a única maneira de utilizar essas três marcas é na temperatura baixa. Já na velocidade alta, oito das nove marcas testadas atingem mais que 80ºC. Sendo que os dois Britânia, o Faet e o GA.MA Italy apresentaram temperaturas acima de 90ºC.

O ideal nesse item é o NKS, que apresenta uma boa temperatura tanto na velocidade mínima quanto na máxima (muito próxima de 80ºC), dando assim o poder de escolha a usuária de acordo com sua necessidade, sem apresentar uma temperatura muito elevada que danifique muito os fios.

Outro item de desempenho importante é a vazão. Quanto maior a vazão, mais rápido consegue-se secar o cabelo. Nesse parte do teste, os mais bem avaliados foram o Britânia SP2400 e o Mallory. Já o NKS, o Black & Decker e o Faet apresentaram a pior vazão. Ao medirmos o consumo de energia elétrica constatamos os secadores que menos dão vazão são também os que mais gastam eletricidade. O Mallory é o mais econômico nesse sentido, consumindo até oito vezes menos que o Black&Decker e o NKS, que são os mais esbanjadores.

Veja o teste completo


É proibida a utilização deste conteúdo para fins publicitários ou comerciais. A Pro Teste - Associação Brasileira de Defesa do Consumidor foi fundada em julho de 2001, por iniciativa do IPEG (Instituto Pedra Grande de Preservação Ambiental de Atibaia) e da Test-Achats, da Bélgica, instituição que defende o consumidor na Europa e que reúne mais 1,2 milhão de associados. A missão é informar, orientar, representar e defender os interesses do consumidor.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.