Comece já a tratar as madeixas e arrase na areia em 2010!

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237508739800&_c_=MiGComponente_C

Não adianta reclamar, é assim mesmo: entra estação, sai estação, a moda muda, e isso vale também para os cabelos. Se no inverno o que pegava eram os marrons quentes, agora no verão as cores frias vão pedir espaço. E o corte muda, e os tratamentos também. O que fazer?

A solução é começar a se preparar agora. Faltam pouco mais de dois meses para o verão, mas o calor já está dando as caras. Agora é a hora: com as dicas de quatro profissionais diferentes, você vai arrasar na nova estação. Confira!

Quando o cabelo pede água
Depois de colorações, progressivas e relaxamentos feitos no inverno, seu cabelo está fragilizado, até danificado, se não tiver sido feito um tratamento frequente. Denylson Azevedo, do Vila Beauté, conta o que você deve fazer.

Se o seu cabelo for seco , ele precisa de tratamentos hidratantes, então indico máscaras à base de glicerina ou óleo de abacate. Você pode fazer isso em casa, mas duas vezes por mês tem que ir ao salão para fazer uma aplicação mais intensa, ensina o cabeleireiro.

Depois, temos os cabelos ressecados , que são cabelos que além de terem perdido a umidade, perderam também a nutrição, parte da estrutura mais profunda e os óleos do cabelo. Eles têm o volume fora de controle e com muito frizz. Aqui, é necessária, além de máscaras de tratamento, uma reposição de nutrientes com ampolas ou cauterizações a frio, à base de cera de candelila, óleo de macadâmia ou até mesmo refinadores catiônicos, que devolvem pouco a pouco o seu volume natural, o seu movimento.

Por último, temos os cabelos danificados , que já perderam toda a sua estrutura, água, óleos e proteínas, que são responsáveis pela força. São cabelos opacos e que quebram facilmente. Isso é muito comum nas mulheres que querem estar loiras para o verão e fazem às pressas, daí o cabelo perde estrutura e se parte, ou em quem faz progressivas com intervalos muito curto entre elas. O ideal, aqui, é fazer dois meses de tratamento de reconstrução intensa, uma vez por semana. Que tratamentos? Queratinização à base de proteína vegetal ou queratina animal, seguidos de cauterização, o que devolve a emoliência e a nutrição.

Para o dia-a-dia
Denny lembra que o cabelo sofre com os efeitos cumulativos, não é do dia pra noite que ele fica feio e sem viço, mas é de um dia para o outro que a mulher percebe isso, portanto para o tratamento ser eficaz ele precisa ser levado até o fim. Não adianta fazer três progressivas e uma hidratação a cada seis meses, explica o cabeleireiro.

Para o tratamento diário, é fundamental que se use xampu, condicionador e leave-in. Os três itens não precisam ser da mesma marca. Mas lembre-se de que o produto que é bom pra sua amiga não necessariamente vai ser bom para você, alerta Denny. Não existe produto ruim, mas mal indicado. Converse sempre com seu cabeleireiro, finaliza ele.

Manter a cor ou mudar de tom?
Essa decisão é só sua, mas já é bom começar a pensar nisso. Eu sugiro sempre mudar, porque o verão pede tons mais frios, diz Marcelo Comino, do Jacques&Janine. Mas lógico que quem decide, no fim, é você.

Se você decidir por manter a cor, aplique sempre um leave-in com filtro solar. Isso evita ressecamento, protege contra o sol e a poluição, aconselha Bruno Lemes, do JJ Cabeleireiros. Mas, se você quiser clarear, pode usar um leave-in comum, pra haver um desbotamento natural, e hidratar muito, muito mesmo.

Se você decidir clarear as mechas, no caso do seu cabelo estar muito escuro, tem que começar agora, e fazer uma cor gradativa. A gente faz mechas ultrafinas, da raiz até as pontas. Do meio pra baixo, clareia um pouco mais, pra não dar aquele efeito de gente morena que fica loira de repente, ensina Bruno.

Corte adequado
Marcelo ensina: o tempo quente pede cabelos mais naturais, mais irreverentes. Como a gente sua mais, não dá pra confiar naquele ultraliso, não tem jeito. Fora que um cabelo mais rebelde é muito mais a cara do verão.

Já dá pra começar a estruturar o corte agora, diz Marcelo. Meu conselho? Um cabelo repicado, de cores mais frias, saindo dos marrons. Pra quem tem cachos, muito ativador de cachos, e sempre muito leave-in, indispensável hoje em dia.

Carta na manga
A carta na manga é investir em tratamentos mais exclusivos. Por exemplo? O Roller Meches, um aparelho italiano que é a evolução em reflexos de mechas naturais ou mechas que parecem de sol. É muito mais rápido e muito menos agressivo, diz Renata Souza, do Laces&Hair, que usa o tratamento em suas clientes.

Outro tratamento que nossas clientes usam muito é o tratamento com aminoácidos, que regula o pH dos fios, ou o NEL, um tratamento com queratina e colágeno, para remover os cabelos arrepiados, conta Renata. É como se fosse uma maquiagem pro cabelo.

Fora estes tratamentos, o salão Laces&Hair comercializa alguns produtos que podem ser usados em casa, como o Soro e o Nutriente Hair 1. É só ligar lá e se informar.

Leia mais sobre: verão

Serviço:
Bruno Lemes: (11) 8381.4795
Marcelo Comino: (11) 9963.1974
Denylson Azevedo: www.xampucomx.com.br - (11) 3085.5566
Laces&Hair: (11) 3758.4543

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.