Beauty artists e visagistas respondem a essa pergunta. Confira!

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237508705543&_c_=MiGComponente_C

Que a nossa aparencia diz muito sobre a gente, todo mundo sabe. Tudo e mensagem: seu perfume, sua roupa, seu penteado ? e a cor dos seus cabelos. E isso e, geralmente, muito bom. Mas pode virar problema, quando a mensagem que passamos n?o e exatamente aquela que queremos passar.

O que a cor dos seus cabelos diz sobre voce? Essa pergunta n?o e assim t?o simples de ser respondida, tambem, porque e todo um conjunto de fatores a ser analisado. Um loiro, por exemplo, nunca e apenas um loiro: pode ser um loiro mais quente, um loiro mais frio, um loiro ousado ou recatado... pode ainda ser um loiro mesclado com vermelho ou marrom. E ai?

A cor e um assunto dificil, uma coisa muito delicada, diz Nete Fashion, visagista do sal?o Scenario, de S?o Paulo. Uma executiva ou uma advogada, por exemplo, n?o v?o poder usar tons chamativos, pra n?o desviar o foco da atenc?o. O ideal s?o tons sutis. Mulheres mais arrojadas costumam usar tons escuros, mas com luminosidade. Uma pessoa de personalidade forte merece tons fortes, vermelhos, por exemplo, com contraste laranja nas pontas. As timidas optam por tons mais sutis.

Uma mudanca no tom de cabelo , portanto, vai se refletir sobre a sua vida. Por isso e necessario pensar muito bem antes de mudar radicalmente. Uma pessoa timida se quiser mudar radicalmente sua imagem e ganhar mais forca pode tentar uma mudanca extrema, e um passo valido. Ja uma pessoa que ja e muito exuberante, se preferir o anonimato, pode optar por tons mais escuros, mais sobrios.

O cabeleireiro Wilson Barros, do Crystal Hair, do Rio de Janeiro, diz: Eu so conheco duas mulheres aqui no RJ que pintam o cabelo de preto: Carmen Mayrink Veiga e sua filha. As duas s?o chiquerrimas, de personalidade muito forte, e lancam moda no mundo todo. Bruno Lemes, do MG Hair, de S?o Paulo, concorda com a forca do preto , e ressalta: O preto tem duas vertentes. Ele pode ser sombrio, introspectivo, soturno, como no caso de Carmen Mayrink ou de Beth Szafir. Mas tambem cabe para uma pessoa que quer fazer a linha do Evanescence, por exemplo, e chamar atenc?o pelo contraste, realcando a pele branca junto com a maquiagem: fica um arraso.

O visagista, ao ajudar na escolha da cor, vai analisar um conjunto de coisas: a personalidade, o modo de vida, a profiss?o, como a pessoa anda, como ela mexe no cabelo, como ela se veste. Voce pre-traca a personalidade de uma pessoa a partir disso tudo, e ai procura uma cor mais propicia, afirma Bruno. Segundo ele, uma profiss?o mais descolada, como jornalista, artista plastico, publicitario, formadores de opini?o em geral usam tons mais quentes, desde o marrom acobreado, passando pelos vermelhos, ate os loiros com mechas em tom rose, que v?o aparecer nessa estac?o. Ja pessoas mais contidas e introvertidas v?o escolher tons frios, acinzentados, loiros em tons de trigo e baunilha, cores chapadas.

O que elas dizem
Eu sou loira e muito branca, e me sinto apagada demais se n?o mexo na cor do cabelo. Ent?o sempre faco mechas bem grossas (nada de mechinhas fininhas) mais escuras e quentes, como chocolate, cafe... por todo o cabelo e tambem na parte de baixo, quando ele esta repicad?o. Chama bastante a atenc?o e da um ar mais moderno. Adoro. Ja pintei inteiro de preto e, apesar de saber que ficou lindo, me senti muito comum. Adoro ser loira, adoro chamar a atenc?o ? Fernanda, jornalista, 37 anos.

Eu adoro cabelos vermelhos, e sempre quis ter o meu (que e castanho) dessa cor tambem. Ai um dia resolvi pintar, mas em mim ficou chamativo demais. Eu sou advogada e senti que os clientes n?o aceitaram bem. Voltei a minha cor natural rapidinho. Meu cabeleireiro me sugeriu ent?o fazer um vermelho mais fechado, meio cor de pinh?o. Ficou lindo: sobrio, mas brilhante. Fiquei poderosa. ? Juliana, advogada, 26 anos.

Eu mudo muito de cor de cabelo. Ja tive varias, do preto ao branco, e isso n?o e forca de express?o. So n?o gosto de cor fantasia, tipo rosa, azul, verde. Gosto de cor de cabelo mesmo. E eu consigo associar as cores do meu cabelo as fases da minha vida. Quando eu estava sem namorado, pintei de loiro e curti muito. Depois, numa fase mais seria, virei castanha. De vermelho eu pintei quando viajei a Europa sozinha, de ferias. E preto, num momento mais introspectivo. Mas durou pouco. ? Renata, artista plastica, 31 anos.

Leia mais sobre: tintura

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.