Como manter seus cabelos compridos sempre bonitos e muito saudáveis

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237508698091&_c_=MiGComponente_C

Você anda ouvindo que cabelo curto é o look do momento, não? Pois então, não exatamente. O corte que está na moda agora é aquele em que os cabelos ficam na altura entre o busto e os ombros ¿ Angélica foi a última a aderir ao visual . Este cabelo é um cabelo médio, na realidade. Mas todo mundo sabe que "Rapunzéis, Pocahontas e Ariéis" sempre têm lugar garantido na preferência nacional ¿ feminina e masculina!

As princesas em questão certamente nunca deixaram seus cabelos ressecarem, encherem de pontas-duplas ... Esta matéria foi feita para você também transformar suas longas madeixas em cabelos de princesa.

A regra de ouro é: cabelo comprido tem que tratar. Faça deste seu mantra e siga à risca. Não tem coisa mais feia e com ar de desleixo do que um cabelão maltratado. Entenda por tratar: hidratação, cortes regulares, produtos de qualidade adequados ao seu tipo de cabelo.

Hidratação
Os cabelos compridos tendem a ressecar mais que os curtos . As pontas, logicamente, são mais velhas que a raiz. Portanto, é muito mais fácil manter os nutrientes no bulbo do que fazer com que eles desçam pelo fio até chegar às pontas. Solução? Hidratação.

A hidratação deve ser feita a cada 15 dias . Hoje já existem hidratações inteligentes, diz Bruno Lemes, hair stylist do MG Hair. É muito fácil: cinco minutos de máscara no cabelo e você já pode enxaguar. É tão simples que você pode fazer em casa.

Corte
O corte deve ser sempre renovado. Por mais que seu cabeleireiro seja ótimo e o que ele faz no seu cabelo dure até seis meses, as pontas deterioram, abrem, viram pontas duplas, ressecam ... e isso, no fim das contas, se estende para o fio. 

Bruno é categórico: Cortar as pontinhas revitaliza o cabelo. Meu conselho é sempre dar uma aparadinha a cada 45 ou 60 dias.

Produtos específicos
Use bons produtos, sempre. E por bons produtos, não queremos dizer produtos caros, mas aqueles que realmente se adéquam ao seu tipo de cabelo.

Por exemplo, um produto que existe no mercado, mas não é muito usado são as ampolas sem enxague e termoativas . É muito fácil de usar: depois de lavar os cabelos, você aplica a ampola e seca com secador. Este produto é à base de vitaminas, aminoácidos e queratina, e vai reestruturar e selar o fio. Não substitui uma hidratação, mas é um tratamento muito bom e que pode ser feito em casa ou no salão.

Aliás, se você usar a ampola no salão, Bruno dá uma dica de mestre. Depois da ampola, eu costumo aplicar um produto à base de gérmen de trigo , e em seguida escovo o cabelo. Parece uma coisa boba, mas a diferença é gritante, e a cliente percebe na hora.

Finalizadores (leave-ins)
Bruno insiste na importância do uso dos leave-ins, ou finalizadores. Os finalizadores são fundamentais. A brasileira tem que ter o hábito de usar este produto, pela higiene e pelo tratamento. Então, a ordem é esta: xampu, máscara e/ou condicionador e o finalizador.

O finalizador coloca uma película protetora sobre o fio , proporcionando textura e um bom acabamento. Para cada tipo e textura de cabelo é indicado um finalizador específico ¿ para ondular, para a praia, para alisar no dia-a-dia etc. São produtos fundamentais para a manutenção da saúde e da vitalidade dos cabelos longos.

Não adianta hidratar sem finalizar corretamente. Pense assim: o finalizador está para o cabelo como o hidratante está para o corpo, conclui Bruno. Para acertar na escolha do seu, peça auxílio para um bom profissional e voilà : seus cabelos, longos e lindos para sempre .

Leia mais sobre: cabelos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.