Para esconder os cabelos brancos, ou simplesmente mudar de visual, muitas pessoas se rendem aos produtos de tintura

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237508659801&_c_=MiGComponente_C

Além de alcançar o resultado desejado, é prático, pois pode ser feito em casa por meio de tinturas encontradas nas farmácias e perfumarias.

Entretanto, uma vez colorido, o cabelo necessita de cuidados especiais, por ter sofrido ação química. Para fixar-se nos fios, a tintura muda a estrutura do cabelo por meio de substâncias agressivas - como a amônia e certos oxidantes -, e deixa a cutícula fragilizada.

Para conseguir melhores resultados e preservar a integridade dos fios é preciso saber escolher os produtos. Vale a pena investir em shampoos e condicionadores, máscaras entre outros produtos específicos para cabelos tingidos; hidratar sempre os fios, de preferência com produtos de tratamento intensivo e reconstrutor capilar; além de respeitar o intervalo de pelo menos um mês entre uma tintura e outra.

Mesmo com os cabelos hidratados e cuidados, a tintura capilar tende a trazer alguns problemas aos usuários, como o ressecamento do cabelo por exemplo, pois a tinta altera as propriedades da queratina, que é um protetor natural dos fios.

Segundo testes realizados em laboratórios, deixar a tintura agir por mais tempo do que o prescrito, fazer misturas caseiras e utilizar itens não indicados pelo fabricante durante o preparo é prejudicial ao couro cabeludo. São erros que podem causar irritação ao couro cabeludo, alteração de brilho e má penteabilidade (os fios embaraçam facilmente), deixando os cabelos fragilizados, explica o especialista em desenvolvimento de produtos capilares, Everton de Freitas.

Muitas marcas e tipos de cores estão disponíveis no mercado, mas a grande maioria delas possui tecnologia para preservar ao máximo a integridade da queratina. Por isso, é importante investir em produtos conceituados, seguir rigorosamente as instruções de aplicação e, de preferência, procurar um profissional. Faço o tingimento dos meus cabelos a cada 20 dias, em média. Porém, sempre vou ao mesmo salão há 10 anos porque sei que os profissionais de lá vão utilizar produtos de qualidade e seguir as recomendações do fabricante da tinta que uso, comenta a operadora de telemarketing Paula Cristina.

De acordo com especialistas, produtos reestruturantes ou com poder restaurador - como queratina e proteínas hidrolisadas -, polímeros catiônico - poliquaternium-10, poliquaternium-67 -, ceramidas, aminoácidos, e carbo-cisteína são os mais indicados para cabelos tingidos.

Já para uma melhor restauração da fibra capilar, é recomendável utilizar produtos cujo principal ativo é o Biorestore, um complexo exclusivo a base de carbo-cisteína que, além de restaurar, tem como função prevenir futuros danos causados por processos químicos. Por se tratar de um concentrado reparador rico em aminoácidos + carbo-cisteína, o Biorestore possui uma bioafinidade com os fios reforçando sua estrutura interna, conferindo benefícios globais com ação comprovada, completa Freitas.


Everton de Freitas é especialista em desenvolvimento de produtos capilares da Vital Especialidades. Há 14 anos no mercado, é uma empresa especializada no fornecimento de matérias-primas dermocosméticas e farmacêuticas. Clique aqui para acessar o site.

Leia mais sobre: cabelos tingidos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.