Em uma situação delicada, noivos podem contar com a ajuda dos pais e seguir algumas dicas práticas para minimizar o problema

Dicas práticas minimizam os problemas ao se cancelar a cerimônia
Getty Images
Dicas práticas minimizam os problemas ao se cancelar a cerimônia
Do ponto de vista prático, cancelar um casamento é tão difícil quanto organizá-lo. Na verdade, é um pouco pior: os noivos precisam enfrentar turbulências emocionais enquanto desfazem cada detalhe da organização. Há maneiras, porém, de tornar estas tarefas menos inconvenientes.

Leia mais
Contratos: quando é hora de colocar a relação no papel
Guia do casamento: ideias, dicas e soluções

O primeiro passo é a notificação do cancelamento aos convidados. Segundo a assessora de casamentos Vivi Farah, se o casal já tinha mandado os convites, eles devem enviar outros parecidos para informar o ocorrido. “A primeira coisa que as famílias precisam fazer é mandar um cartãozinho, tipo cartão social, para todo mundo, do mesmo jeito que enviou os convites”, diz Vivi.

De acordo com a consultora de etiqueta Lígia Marques, o comunicado para as pessoas mais próximas deve ser feito pessoalmente ou pelo telefone. Se os noivos não estão em condições de fazer isso, os pais dos noivos podem ajudar. “Não é preciso dar explicações sobre o motivo. Caso perguntem, expliquem que, assim como a decisão do casamento foi tomada somente pelo casal, o motivo do cancelamento também ficará entre os dois. Os convidados vão entender”, aconselha Lígia.

Os familiares e amigos mais próximos da assistente financeira Sally Meldrado, por exemplo, já sabiam que a relação dela com o noivo já estava abalada. Quando o casamento foi de fato cancelado, não houve surpresa por parte deles. “Mas foi um choque para quem estava mais afastado de mim”, lembra Sally.

A organizadora de casamentos Fátima Leonhardt indica o uso de um “serviço de RSVP ao contrário” para os noivos cujas festas tinham muitos convidados. “Uma empresa pode ligar para todos os convidados, avisar que o casamento foi cancelado e pedir desculpas”, explica Fátima. Um serviço como este é muito impessoal para os mais íntimos, mas para os menos próximos pode evitar perguntas indiscretas e comentários maldosos.

O que fazer com os presentes?


Depois de avisar os familiares e amigos, o próximo passo é com relação aos presentes de chá de cozinha e de casamento. É educado ou não devolvê-los? Sally passou por uma situação muito parecida. “Não sabia o que fazer. Não sabia se ficava chato devolver os presentes do chá ou se era pior ficar com eles”, comenta.

De acordo com Vivi Farah, não há necessidade de se devolver os presentes recebidos no chá de cozinha. Mas os de casamento, sim. Na opinião de Lígia, presentes valiosos do chá também devem ser devolvidos, bem como todos os outros já recebidos pelo casamento. “Coloque um cartão de agradecimento e desculpe-se pelo incômodo causado”, diz a consultora de etiqueta.

Faça o teste: qual a lista de casamento perfeita para você?

No caso de sites ou créditos, Vivi indica a opção de reembolso. “Algumas lojas dão a opção de usar o dinheiro do presente em outro objeto”, comenta a assessora. Assim como na notificação do cancelamento, os pais podem ajudar a organizar a devolução. “Os pais devem entrar em ação e fazer o papel que a assessoria faria”, comenta Vivi.

Contratos e multas


Por fim, os noivos precisam cancelar o fornecimento dos serviços contratados para a festa. De acordo com Alessandra Maraccini, assessora e diretora da Amici Eventos, a antecedência do cancelamento pesa bastante no pagamento de multas.

No caso dos buffets, a diferença é entre o pagamento de 40% (para quem desiste de um ano a seis meses antes da festa) a 90% (para aqueles que cancelaram faltando um mês para o casamento). Já para os serviços de bandas e espaços, como apontam Alessandra e Fátima Leonhardt, a devolução é quase mínima quando a desistência ocorre com pouca antecedência.

Para que nada disso pegue os noivos de surpresa numa hora tão complicada, o melhor é prestar atenção nos contratos. “Tudo pode acontecer na vida. É melhor ter uma cláusula no contrato com os fornecedores que indique tudo isso [sobre os cancelamentos] . Algumas noivas nem querem essa cláusula, mas ela é muito importante”, finaliza.

Leia também: tudo que você precisa saber sobre os contratos de festa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.