Dicas para casar depois dos 40 sem medo de errar

“Noivas maduras são, notadamente, mais observadas pelos convidados”, diz organizadora de casamento

Camila de Lira, iG São Paulo |

Arquivo pessaol
Eloah teve direito a bolo, bem casado e fotógrafo profissional, mas a cerimônia foi reservada apenas para os noivos
Há algum tempo, acreditava-se que mulheres solteiras que passavam dos 40 anos de idade podiam aposentar o sonho de casar como manda o figurino. A expressão popularmente usada era que “tinham ficado para titia”. Décadas se passaram e mulheres de todas as idades mostram que têm o direito de casarem no momento da vida que acharem mais propício. Apesar da maior naturalidade que o assunto é encarado hoje em dia, alguns preconceitos permanecem.

A primeira questão levantada por muitos é se uma noiva mais velha pode ou não usar branco. Segundo a escritora do blog Vestida de Noiva , Fernanda Floret, a noiva pode entrar de branco, se esta for a vontade dela. A assessora de casamento Lígia Marques concorda: “Se a noiva quiser branco, particularmente, não vejo nenhum mal nisso."

Leia também:
- Com que sapato eu vou?
- Vale a pena contratar um assessor para organizar o casamento?

A assessora de casamentos Sylvia Queiroz diz que as noivas que passaram dos 40 precisam ter bom senso reforçado. “O bom senso serve para todas as noivas, mas obviamente, a noiva com mais de 40 anos é, notadamente, mais observada pelos convidados”, diz Sylvia. “Vestidos curtos demais, decotes exagerados demais não pegam bem”, acrescenta Lígia.

Existe vida depois dos 40
“As pessoas acham que não existe vida depois dos 40”, brinca a cerimonialista Eloah Dias Botelho. Além de atender muitas mulheres prestes a casar, Eloah também foi noiva há alguns anos, quando já passava dos 40 anos. Ela conta que resolveu fazer uma pequena cerimônia depois de analisar os custos de uma festa maior.

A celebração foi feita apenas para os dois, com direito a bolo, fotografia profissional, bem casados e chocolates. “Fizemos em um restaurante que eu ia bastante. Foi a coisa mais emocionante da minha vida”, diz Eloah.

Fernanda Floret diz que a cerimônia para uma noiva mais madura pode ter tudo que a das mais novas teriam. “Todas as etapas são simbólicas numa festa de casamento e podem ser feitas independente da idade dos noivos“, fala Fernanda.

Arquivo pessoal
Mesa de bolo e doces do casamento de Eloah
Segundo Eloah, ela e seu marido têm planos para fazer uma festa maior, para a família toda, no final do ano. “Quero entrar com o meu pai até metade da igreja, depois ser conduzida pelos meus filhos”, sonha a noiva.

Mulher de vermelho
A arquiteta Dorys Daher, de 52 anos, casou pela terceira vez aos 44. “Muitos estranharam a nossa decisão de casar. Perguntavam: mas por que agora?”. Por ter não feito nada de formal nos dois primeiros casamentos, ela quis algo diferente.

“As pessoas sempre questionam muito as outras, como se os questionadores fossem os certos e os questionados os errados”, aponta Dorys. A arquiteta diz que fez uma festa da maneira que ela e seu marido queriam: ao som dos Beatles e dança do ventre.

De acordo com Dorys, seu casamento foi um sucesso. Foi até às quatro da manhã e todos aproveitaram muito. “Sem contar meu vestido que era lindo e vermelho. Eu uso até hoje.”

Segundo Fernanda Floret, a noiva mais madura pode sim usar o vestido de seus sonhos no casamento.“O mais recomendado mesmo é sempre escolher uma roupa de acordo com o estilo da pessoa, com o tipo físico e com o estilo da festa”, diz Fernanda.

Já Sylvia Queiroz recomenda discrição para tais noivas, bem como o uso de cores mais claras: “Tons como o pérola e o off-white são os mais adequados”, comenta. Lígia Marques segue o mesmo caminho. “Para quem não for usar o branco, uma cor clara,tipo creme ou azul bem clarinho”, diz.

Celebrar o amor
Fernanda Floret afirma que, como é possível que os noivos arquem financeiramente com os custos da cerimônia e da festa, a apresentação do convite pode ser mudada. “Os noivos que devem encabeçar e convidar, e não mais os pais”, diz a organizadora.

Segundo a assessora Lígia Marques, o momento é do casal, por isso deve ser curtido de uma maneira que deixe ambos felizes. ”A celebração e a comemoração do amor, através de um casamento tradicional, e a alegria dessa união não têm idade”, afirma Sylvia Queiroz.

“Falavam como se já tivesse passado a hora para mim. Mas nem eu, nem meu marido achávamos isso. Estávamos muito felizes de termos nos encontrado, de podermos experimentar esta história. Fizemos exatamente da maneira que nós dois queríamos”, conta Dorys Daher.

Continue lendo:
- Não erre na quantidade de doces, bolo e bem casados
- Noivas se casam com vestidos das mães

    Leia tudo sobre: casamentomais de 40 anosnoivas maduras

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG