Publicidade
Publicidade - Super banner
Noivas
enhanced by Google
 

Saiba como cultivar as charmosas tulipas

Se na Europa, a tulipa é uma das preferidas para decorar de residências a praças públicas, aqui ela vem a cada ano ganhando mais espaço na casa dos brasileiros. Conheça mais sobre esta bela flor

Yara Guerchenzon |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237508163025&_c_=MiGComponente_C

Até algum tempo atrás, as tulipas eram preciosidades raramente encontradas por aqui. Hoje em dia, essa flor típica de clima temperado já se acostumou aos trópicos e, portanto, já pode ser apreciada com mais facilidade em todo o Brasil. Mesmo o seu preço, antes inacessível, agora fica em torno de R$ 15,00 o vaso, no Ceagesp.

História da flor

Escultórica, a tulipa é vista cada vez mais nos buquês das noivas e também nos arranjos das residências, e continua a ocupar lugar de destaque entre as mais sofisticadas das flores. Sua safra vai de março a setembro e é encontrada em mais de 20 cores, entre vermelho, branco, roxo, amarelo, rosa, salmão, creme, laranja e até mesmo com a mistura de duas cores.

Normalmente, relaciona-se as tulipas à Holanda, país que a adotou como um de seus símbolos mais fortes. Mas na verdade, a flor tem origem na Turquia, tanto que o seu nome deriva de tulipan, que significa turbante, por causa do formato semelhante. A Holanda mesmo só a conheceu por volta de 1560, levada para lá pelo botânico Conrad von Gesner, que coletou bulbos originais da flor em Constantinopla, atual Istambul.

Os holandeses, apaixonados por flores, souberam cultivá-las, além de lhes oferecer suas terras férteis e o clima ideal para o desenvolvimento de seus bulbos. Da família das Liliáceas, com suas folhas em geral em forma de lança, a haste ereta e a flor formada por seis pétalas, a tulipa é pura sensibilidade, já que tem duração em torno de 6 dias.

Saiba escolher a flor

Em época de calor, a flor desabrocha rapidamente. Já no frio, se mantém viva por mais tempo. Ao comprar um vaso com a flor, prefira as de botões fechados, para que a planta dure mais tempo. E há quem diga ainda que, colocando-se duas pedras de gelo sobre a terra do vaso, pela manhã e à tarde, todos os dias, reduz-se o calor e aumenta-se, assim, a sua durabilidade.

Como é uma flor de clima frio, qualquer trabalho feito para o esfriamento da terra é válido, até mesmo colocar o vaso na geladeira por 10 minutos para que a flor se feche mais um pouco, conta José Ricardo de Souza, gerente de produção da Fazenda Terra Viva, uma das maiores produtoras de flores no País, com sede em Holambra, no interior de São Paulo. Se já estiver cortada e colocada em um vaso com água, pode-se colocar gelo também. Nesse caso, se estiver com algum tipo de conservante, pode durar até 8 dias.

Tulipas em casa

Para quem quer ter o prazer de cultivar uma tulipa em casa, Daniela Cavallari, proprietária da Verde Vaso, dá algumas dicas. Para começar, os bulbos podem ser comprados em qualquer garden center. Deve-se retirar os bulbos da embalagem e enterrá-los em terra arenosa (em vaso ou canteiro).

Depois, basta cobrir com terra. A rega é feita 2 a 3 vezes por semana, até brotar. Não é recomendado que a planta fique no vento. A tulipa deve ficar por mais de 4 horas por dia no sol, porém, à meia sombra. Por fim, esta planta não requer poda, e suas flores são de corte para uso em arranjos.

Segunda florada

Segundo José Ricardo de Souza, é possível fazer com que essa planta floresça uma vez mais, desde que se consiga reproduzir as condições climáticas de seu habitat natural. Para isso, é preciso seguir uma técnica que requer paciência, afinal leva mais de um ano e meio! Mas quem estiver disposto a fazer a experiência, a recompensa vale a pena. Anote!

Retire os bulbos da terra, limpe-os delicadamente com uma escova macia e deixe-os em local fresco e arejado por 3 meses, sem que se molhem. Depois, plante-os em um vaso, com terra vegetal umedecida (e não encharcada). Embrulhe o vaso com filme plástico e guarde-o na geladeira por 6 meses, com a temperatura entre 2 e 5ºC.

Depois dessa temporada, retire a planta e leve-a a um local fresco e iluminado por 2 meses, sempre com a terra úmida. Na próxima etapa, ela retorna à geladeira embrulhada novamente em plástico, por mais 6 meses. Por fim, retire-a e leve-a a um local iluminado. Em 30 a 50 dias, você terá novas flores.


Leia mais sobre: tulipa


Consultoria:
Verde Vaso Ideias
Ceagesp
Fazenda Terra Viva

Leia tudo sobre: floresflores preservadasjardimjardinagemtulipas

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG