Exigências absurdas e atrasos abusivos atrapalham a cerimônia de noivas que não têm preocupações com as contas

Noivas sem limites: dinheiro de sobra nem sempre ajuda no sucesso do casamento
Getty Images
Noivas sem limites: dinheiro de sobra nem sempre ajuda no sucesso do casamento
Ter muito dinheiro nem sempre ajuda na hora de organizar de um casamento. Um orçamento sem limites costuma apresentar um efeito colateral comum: noivas igualmente sem limites. Habituados a atender clientes de alta classe, os organizadores de casamentos top Ricardo Ranier e Romy Godoy concordam: quanto maior o orçamento da festa, maiores são as exigências das noivas e, muitas vezes, maiores as consequências desastrosas para a cerimônia.

Leia também
- 4 casamentos e alguns imprevistos
- Os riscos de dezembro, o verdadeiro mês das noivas

“Nem sempre o que está em um lugar glamouroso tem glamour”, lembra Ricardo. “As noivas estão extrapolando”, define Romy. Conheça algumas histórias abaixo.

O piso não combinava


A história de uma noiva top corre pelo mundo dos organizadores de casamento de alto nível. A noiva em questão seria futura esposa de um homem bastante rico e badalado no mundo dos esportes brasileiros. Dinheiro não era problema para ela, mas a cor do piso do local onde aconteceria a cerimônia, sim.

“A decoração da igreja era em vermelho e verde, e a da recepção era vermelho e branco. Ela colocou na cabeça que marrom não combinava com vermelho e branco, por isso, o piso de madeira do local ia ficar horrível”, conta Ricardo.

Embora o local escolhido fosse conhecido por sua decoração toda feita em madeira, o caso foi solucionado. Plaquetas brancas foram colocadas sobre o piso apenas para a noite do casamento. Como a celebração custou em torno de R$ 500 mil, esta pequena ocorrência foi apenas um estresse a mais para noiva e organizadores. O impacto financeiro mal contou.

A noiva ainda fez algo imperdoável para alguém que se casa na Igreja Nossa Senhora do Brasil: se atrasou. E muito. Segundo Ricardo, foram quase duas horas de espera. Não só os convidados ilustres como também os jornalistas e fotógrafos que esperavam à porta da igreja ficaram impacientes.

Quando ela chegou, porém, teve o troco. A cerimônia religiosa durou pouco menos de 20 minutos e não contou com todas as passagens de uma consagração normal, afinal, o padre precisou descontar o tempo de espera da noiva. “Ninguém pode se atrasar na Nossa Senhora do Brasil. Mesmo”, diz Ricardo.

Vestido dos sonhos?

Também na Igreja Nossa Senhora do Brasil, uma das mais disputadas pelos endinheirados paulistanos, uma noiva provou que a escolha do vestido não pode ser pautada apenas pelo renome do designer.

Ela escolheu um modelo grandioso de um estilista conceituado. Só o véu cobria metade da nave da Igreja e o vestido era composto, na verdade, por duas peças diferentes e sobrepostas. Um normal, por baixo, e outro de renda por cima, com mangas compridas e gola alta. “Quando ela subiu ao altar, não aguentou o calor e desmaiou. Apagou completamente”, relembra Ricardo.

A situação era delicada. O padre não parou a cerimônia, os pais não faziam nada e o noivo não sabia o que fazer. “Tem padre que continua a cerimônia, mesmo com a noiva passando mal”, diz o organizador.
Quando a situação ficou insustentável, as assessoras entraram em ação: foram até o altar e tiraram o vestido de renda da noiva na frente de todos os convidados. A garota acordou, tomou um copo de água, a cerimônia pode continuar normalmente e, logicamente, o trecho foi apagado dos vídeos de recordação. “Ela quis um glamour que não conseguiu aguentar”, diz Ricardo.

Casamento fora

Na opinião de Ricardo Ranier, um dos abusos mais comuns da organização dos casamentos top é fazer uma festa muito longe do local da cerimônia. O problema não é o casamento em outro lugar, mas o trabalho que isso significa para convidados e até mesmo o custo desnecessário que pode ter para os noivos – ainda que estes possam pagar. “Tem noiva que coloca na cabeça que quer fazer festa na praia, mesmo que seus convidados e ela própria morem em São Paulo”, diz.

Isso quando as exigências não são maiores. Ricardo conta de uma cliente que teimava em se casar em um país europeu. Ela queria uma festa grande, o que seria um problema, afinal, muitos convidados não poderiam comparecer. A ideia fixa foi abandonada quando o organizador provou para a noiva que nem todos poderiam fazer uma viagem destas apenas para um casamento . “São loucuras que enfrentamos diariamente”, confessa o organizador.

Segundo Romy, boa parte das exigências absurdas de noivas termina por se virar contra elas próprias. “O abuso acaba sendo com a própria noiva, que fica supernervosa com detalhes bobos e perde um momento maravilhoso, que é o casamento”, diz ela

Leia também
Guia do casamento: ideias, dicas e soluções para a noiva planejar o grande dia
Qual o melhor vestido para o seu tipo de corpo? Descubra e veja modelos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.