Casal de publicitários faz casamento inspirado em comercial

Edmundo Bravo e Cris Guerra casaram depois de menos de um ano de namoro e basearam a festa, feita sob medida em cada detalhe, em campanha de TV

iG São Paulo* |

Samuel Costa/Fotoarena
Cris e Edmundo no casamento: unidos pela alegria
A imagem comum dos publicitários é de pessoas criativas que estão o tempo todo pensando em trabalho. Cris Guerra, 41 anos, e Edmundo Bravo, 51, se conheceram no meio. Ela, escritora, publicitária e blogueira (pioneira no país com blog de looks diários – dona do “Hoje Vou Assim”). Ele, diretor de criação tendo passado por famosas agências de publicidade do país. No feriado de 1º de maio, o casal oficializou a união, de apenas 9 meses de namoro, na Casa Bernardi, em Belo Horizonte, Minas Gerais, com uma festa baseada em uma campanha publicitária (veja fotos da cerimônia ao final da página)


“O Edmundo é muito ligado em videoclipes, nessa coisa do visual. Quando ele me apresentou o vídeo Colour like no other, campanha publicitária da Sony Bravia, me encantei. A música do vídeo se chama Heartbeats, de José Gonzáles,e é linda! É a música símbolo de nosso amor. Quando decidimos casar mandei o vídeo pra minha segunda mãe, a Odette Castro, e ela criou tudo a partir do vídeo: as cores usadas no casamento, as bolas coloridas que pautam desde o jardim até os doces, tudo veio a partir do comercial. Esse universo tem tudo a ver com a gente”, explica Cris.

O universo lúdico também foi inspiração para o look das meninas do cerimonial, que tiveram roupa criada exclusivamente para a ocasião pela estilista Tereza Santos. “A alegria foi o ponto inicial para eu criar. A Cris queria muito celebrar essa alegria e isso joguei nas roupas”, conta a estilista, amiga da noiva. 

O vídeo tão amado pelo casal foi visto e revisto várias vezes pela responsável por toda a decoração e cenografia da festa, a designer Odette Castro, segunda mãe de Cris. “Tinha que ter uma explosão de cores no casamento, mas sem ficar cafona. Toda a cenografia – cadeiras, bancos, as bolas no jardim, tudo passou pelo meu controle". As cadeiras foram arregimentadas entre os convidados via rede social. "Deixei um recado no Facebook pedindo cadeiras velhas e consertei uma por uma. Pintei, refiz, coloquei laços, pompons, fitas, colei fotografias do casal. Tudo o que tinha a ver com eles", completa.

Samuel Costa/Fotoarena
Cris e Edmundo no altar


Odette, que "conta histórias de amor quando faz casamentos", traduziu a história da filha adotiva na cenografia da cerimônia. "Todos os detalhes desse casamento tem uma história. Como já conheço a Cris, que considero como filha, foi fácil contar essa história".

Samuel Costa/Fotoarena
Francisco, filho de Cris Guerra, no casamento

Que maravilha

Mas nem tudo são flores na vida do casal. Cris Guerra é mãe de Francisco, de apenas 5 anos, filho de um antigo namorado que faleceu quando Cris estava grávida de 7 meses. Para elaborar a perda e preservar a memória do pai para o filho, Cris criou o blog Para Francisco, transformado em livro pela Editora Arx.

“Meu filho nunca me viu tão feliz e eu nunca o vi tão feliz. Devo isso ao Edmundo e por ele ter entrado em minha vida! Eles se consideram como pai e filho”, conta Cris, que entrou ao lado de Francisco no cortejo, ao som da Marcha Nupcial e da música Que Maravilha, de Jorge Ben Jor.

“Com um mês de namoro pedi a Cris em casamento. Tinha certeza que era a mulher da minha vida. Esse casamento começou em outro casamento. A gente ficou junto num casamento de um de nossos padrinhos. Eu tinha brigado com a namorada no dia, a Cris não estava namorando e no meio da pista de dança nos beijamos. Fiquei com isso na memória, mas não tinha nem o contato dela”, entrega Edmundo.

“Namorei um ano e meio com outra pessoa e um dia o telefone tocou. Era ele, que havia terminado o namoro. Aquele beijo, que havia acontecido um ano e meio antes, ficou na memória. Ela procurou saber meu telefone e entrou em contato. Começamos a namorar. Somos almas gêmeas”, derrete-se Cris, que também confessa que já o conhecia pelo mercado publicitário. 

Alegria, alegria

A palavra da vida do casal é alegria. O bom humor é o que move os dois no dia a dia. 
“Não complicamos as coisas. Vivemos a vida sem ficar procurando defeito. Aproveitamos somente as coisas boas um do outro”, pontua Edmundo. 

“O que une o Bravo com a Guerra é a alegria”, finaliza Cris, que saiu do altar ao som de A Hard Day´s Night, dos Beatles. “A letra diz que todo dia eu dou duro para chegar à noite e encontrar o amor de minha vida em casa. Casamento é isso. Todo dia a gente dá duro, mas temos que dormir bem  e juntos com o nosso amor. Para mim é a música que traduz um casamento”, finaliza Cris Guerra, que usou vestido do estilista Luis Cláudio Silva – pronto somente quatro horas antes do sim. 

Cris e Edmundo: alegria é o que une o casal. Foto: Samuel Costa/FotoarenaO estilista Luis Claudio ajeita o vestido da noiva Cris Guerra. Foto: Samuel Costa/FotoarenaCadeiras e banquinhos diferentes e combinados na cenografia do casamento de Cris Guerra, assinada por Odette Castro. Foto: Samuel Costa/FotoarenaFlores em carretéis de linhas coloridas: detalhe da decoração criativa do casamento de Cris Guerra e Edmundo Bravo. Foto: Samuel Costa/FotoarenaDetalhe da mesa dos noivos. Foto: Samuel Costa/FotoarenaArranjos de flores para levar para casa. Foto: Samuel Costa/FotoarenaEquipe do cerimonial com as roupas criadas pela estilista Tereza Santos. Foto: Samuel Costa/FotoarenaImagem de Nossa Senhora de Fátima, de quem Cris é devota. Foto: Samuel Costa/FotoarenaCris e o noivo na cerimônia. Foto: Samuel Costa/FotoarenaDetalhe da cenografia do casamento de Cris Guerra e Edmundo Bravo, assinada por Odette Castro, mãe adotiva da noiva. Foto: Samuel Costa/FotoarenaO noivo, Edmundo Bravo, e a mãe. Foto: Samuel Costa/FotoarenaDetalhe da decoração do casamento de Cris Guerra e Edmundo Bravo, assinada pela mãe adotiva da noiva, Odette Castro. Foto: Samuel Costa/FotoarenaCris e o filho Francisco em porta-retrato. Foto: Samuel Costa/FotoarenaOdette Castro, mãe adotiva da noiva e responsável pela decoração e cenografia da festa: "história de amor fácil de contar". Foto: Samuel Costa/FotoarenaCadeiras velhas foram recolhidas e transformadas por Odette. Foto: Samuel Costa/FotoarenaDetalhe de uma das cadeiras. Foto: Samuel Costa/FotoarenaBanquinhos personalizados com fotos de looks da noiva, tirados do blog "Hoje Vou Assim". Foto: Samuel Costa/FotoarenaA mesa dos doces: todos os detalhes da decoração e da festa foram inspirados no vídeo. Foto: Samuel Costa/FotoarenaDetalhe da cenografia, assinada pela mãe adotiva da noiva, Odette Castro. Foto: Samuel Costa/FotoarenaTodos os detalhes da decoração foram inspirados em um vídeo publicitário que o casal adora. Foto: Samuel Costa/Fotoarena


(** com Graziele Raposo, de Belo Horizonte) 

Leia tudo sobre: casamentohistórias de noivascris guerranoivadecoração

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG