Consultor de eventos dá dicas importantes para planejar o seu casamento nos meses de calor, do local às bebidas

Casamentos no verão: das bebidas à decoração,
tudo deve ser bem planejado
Getty Images
Casamentos no verão: das bebidas à decoração, tudo deve ser bem planejado
A beleza do casamento ao ar livre é a própria beleza que o ambiente ao ar livre oferece. E a ruína do casamento ao ar livre é que eles são realizados ao ar livre, então não importa o quanto você queira ter aquela celebração perfeita de verão – pode ser que o que acabe encontrando seja muita umidade, mosquitos e chances de temporais. É fato que você não pode controlar o clima, mas pode se preparar para o mesmo. O consultor de eventos Matthew Robbins está aqui para compartilhar conosco suas diversas dicas específicas para o verão.

O local

Você encontrou o lugar dos seus sonhos para a cerimônia. Mas, antes de assinar o contrato, Robbins aconselha que você analise um pouco mais o local escolhido. Primeiramente, onde, exatamente, você e seu noivo dirão os votos?

Robbins sugere procurar “estruturas arquitetônicas e de paisagismo, jardins e árvores que possam servir de moldura e pano de fundo natural para sua cerimônia. Se isso não existe, pode ser que você queira construir uma estrutura simples para oferecer uma sombra fresca – noivos encalorados em ternos escuros irão agradecer esta escolha – e um palco mais impactante. Um pergolado de ramos e flores fica especialmente lindo.

Em segundo lugar, será que seus convidados ficarão bem protegidos do sol? Se a resposta é não, é melhor realizar a cerimônia no final da tarde. Robbins é fã incondicional do horário entre 5 e 6 da tarde. “Já está mais fresco nessa hora. O sol já não está mais a pino e também não irá ofuscar a visão de seus convidados”.

Em terceiro lugar, será que os mosquitos serão um problema? Infelizmente, o melhor horário do dia é também quando eles mais aparecem. Se isso é uma preocupação, ofereça lencinhos repelentes de insetos. Vendidos em embalagens individuais, os lencinhos não irão causar transtorno aos trajes de seus convidados bem arrumados, como seria o caso de repelentes em spray.

Por último, pense bem na distância entre o local da cerimônia e da recepção. O melhor é que seus convidados possam se locomover a pé entre os dois lugares, mas se este não for o caso, sirva algo para beber na saída da recepção.

“Em um casamento que organizamos no estado de Nova York, oferecemos aos convidados água gelada e limonada. Eles precisavam tomar algo refrescante antes da caminhada até a recepção. A festa era bem próxima, mas o dia estava quente”, recorda-se Robbins. Evite, porém, servir bebidas alcoólicas até os convidados chegarem ao local.

Os acessórios

É provável que você esteja preparada para seu casamento no verão; seus hospedes, porém, nem tanto – especialmente se o evento for ao ar livre. Dê a eles uma mãozinha oferecendo acessórios que aliviem o calor do sol, como leques, lencinhos com protetor solar, toalhinhas para enxugar o rosto e lencinhos repelentes de insetos.

Robbins sugere dispor tais itens em cestas de boas-vindas para os convidados que vêm de fora, ou ainda passá-las de mão em mão antes da cerimônia (lencinhos repelentes e toalhas de papel para enxugar o rosto devem ser disponibilizados nos lavatórios).

A comida

“Durante o verão, você vai querer servir aos convidados algo mais parecido com um menu degustação”, disse Robbins, completando: “Mantenha as porções pequenas e ofereça travessas de degustação para tornar o cardápio interessante”.

Qual é o tipo de comida mais adequado ao clima quente? “Petiscos leves, como frutas e verduras em pedaços, além de todos os tipos de frutos do mar”, ele aconselha. “Pequenas porções de sopas frias durante o coquetel também são ótimas ideias”.

E o que evitar? Segundo Robbins, frituras (que logo ficam encharcadas com o calor), pães (estes sofrem com a umidade) e batatas (quem vai querer batatas para acompanhar quando você pode saborear uma refrescante salada de tomates?).

Um último conselho de Robbins em relação a convidados com tendência a transpirar muito: deixe a música dançante para depois do jantar: “Você não vai querer se sentir todo suado antes de comer o primeiro prato”.

As flores

Que flores aguentam melhor o calor e a umidade? “Orquídeas, rosas, callas, celosias, lisianthus e hydrangeas são flores robustas, porém bonitas”, disse Robbins. Ele também sugere decorar com plantas menos tradicionais, como alecrim, ramos de oliveira e folhas de eucalipto. Elas podem dar um toque surpreendente ao lugar da cerimônia, além do diferencial de exalar um cheiro delicioso.

Independente de sua escolha, se você escolheu fazer um evento ao ar livre, simplifique os preparativos. Esse não é o momento de arranjos de mesa com 1 metro de altura, que balançam com cada soprada de vento. Além disso, com a Mãe Natureza como pano de fundo, não tem tanta necessidade de se preocupar com o local da festa.

Quanto aos buquês, ele sugere que você encomende dois deles: “um menor para as fotos e uma opção mais impactante para a cerimônia. Não tem nada mais deprimente do que ver flores murchas nas suas fotos de casamento”.

As bebidas

A sede é companheira constante do calor – por isso, em casamentos de verão ao ar livre, as bebidas que você serve a seus convidados sedentos são ainda mais importantes. Robbins sugere criar diferentes coquetéis não alcoolizados revigorantes, usando ingredientes frescos.