Quem sonha com o mês das noivas e tomou a decisão agora pode confiar: é possível planejar um casamento em quatro meses

Apesar da proximidade do mês das noivas, dá para começar a planejar agora e casar em maio
Getty Images
Apesar da proximidade do mês das noivas, dá para começar a planejar agora e casar em maio
Quer casar no mês das noivas e ainda nem começou a pesquisar? De acordo com as principais especialistas em casamentos, ainda dá tempo. É perfeitamente possível programar uma festa em 4 meses, sem ter necessariamente de abrir mão do casamento dos seus sonhos. Mas, independentemente do tamanho da festa ou do tipo de cerimônia (faça um teste para descobrir o seu tipo de casamento perfeito ), siga algumas dicas para não se perder na organização.

1. Prepare-se psicologicamente

Pense primeiro que é possível. “A única diferença é que tudo o que a noiva teria um ano para fazer, terá que cumprir em apenas um mês”, explica a diretora do Marriages, Márcia Possik. Por isso, é preciso fazer um check-list de tudo o que deve ser providenciado e ticar as conquistas a cada semana. Para Marcia Dadamos, assessora da organizadora Vera Simões, algumas concessões podem ter de ser feitas. Mas, com criatividade, nada impedirá da festa ser bem próxima da originalmente sonhada.

2. De onde partir


Comece definindo o dia e o local. Com essas informações em mãos, já dá para mandar imprimir os convites (veja galeria de convites ) e pesquisar o restante dos fornecedores, sugere Marcia Possik. Marcia Dadamos dá outra ideia: para cada item, liste os seus fornecedores em ordem de preferência. Se aquele buffet conhecido não tem disponibilidade, já parta para a sua segunda opção. O mesmo vale para o fotógrafo (veja cinco estilos de fotografia para casamentos ), o estilista e a doceira que a noiva admira.

“Se a verba for curta, é preciso abrir mão da exclusividade e saber se adaptar às opções que encontrará pela frente. Mas hoje há uma boa variedade de fornecedores, principalmente, em São Paulo, que dão conta da agilidade desejada pelo casal”, afirma ela. Agora, se a verba não é problema, torna-se mais fácil fechar com as primeiras opções. A apresentadora Ana Maria Braga, por exemplo, planejou tudo em um mês. Ela decidiu fazer a festa e a cerimônia em casa para poupar a busca por salões e buscou profissionais especializados para este tipo de comemoração.

3. Para driblar a falta de igreja

Se houver dificuldade em encontrar vaga nas igrejas de sua lista, uma opção é fazer uma cerimônia íntima para pais e padrinhos, durante a semana. Na festa, o padre pode ir apenas dar uma benção. É uma boa escolha para quem faz questão da festa religiosa, principalmente aos católicos, já que hoje os padres não têm mais permissão para realizar cultos fora do templo religioso.

4. Acerte os ponteiros com fornecedores

Como maio é um mês mais concorrido, a maior sacada, segundo Possik, é escolher um dia mais flexível. Fugir do sábado já dá muito mais opção de fornecedores, que têm a agenda mais livre no meio da semana. A sexta pode ser concorrida para alguns, mas já é meio caminho andado (saiba como escolher o dia do casamento ).

O Buffet França, um dos mais procurados em São Paulo, já fechou sua agenda de sextas e sábados para 2012, mas a noiva que casar de segunda a quinta ainda tem bastante tempo. “Em uma semana é possível atender. Em quatro meses há tempo suficiente para programar o casamento. O que influencia mesmo é o dia da semana”, explica Gisele França, diretora da empresa. Lembrancinhas personalizadas podem ser feitas em até três dias.

Urgência é o de menos para Alexandre Gross, da Casamento Personalizado. “Tudo é visto caso a caso, mas já atendemos clientes que tiveram problemas com o fornecedor anterior e precisavam resolver em cima da hora”, conta. A designer de convites Carol Fernandes, do Espaço do Casamento, garante entregar também em 15 dias. “Quando a cliente está um pouco atrasada com os preparativos, indico que escolha um modelo já existente no catálogo, sem personalização com foto ou caricatura”, explica. Algumas empresas de doces artesanais (veja galeria de docinhos ), como a Kenzzo e a Kykah Doces, são as que pedem um prazo maior: 2 meses. Mesmo assim, com 4 meses, ainda dá tempo de caprichar até na mesa de doces.

5. E se faltar alguma coisa...

Outra dica das especialistas é viajar para os Estados Unidos e comprar tudo lá. Vestidos de grife são mais baratos e têm pronta entrega. Até lembrancinhas são mais fáceis de encontrar no atacado e serão diferentes do que as encontradas aqui, dando um ar de exclusividade. Quem aceita partir para uma ideia mais ousada, pode aproveitar o investimento da passagem e casar em Las Vegas .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.