Tamanho do texto

No total, Georgina Childs gastou mais de R$ 45 mil com as festas. Hoje ela se encontra com uma dívida de R$ 9,8 e voltou a morar com os pais

Um casamento não pesa apenas no bolso dos noivos, mas também no dos convidados - em especial o dos padrinhos, dos quais se espera que invistam em boas roupas para ocasião e bons presentes para o casal. A britânica Georgina Childs sabe bem como é isso. Tendo sido madrinha  e convidada de vinte casamentos em quatro anos, ela agora está indo à falência por conta de todo o dinheiro que gastou nas cerimônias.

Leia também: Saiba como sair bem nas fotografias de casamento

Entre ser madrinha, e convidada, Georgina Childs gastou um total de 45 mil reais nos 20 casamentos que frequentou
Reprodução
Entre ser madrinha, e convidada, Georgina Childs gastou um total de 45 mil reais nos 20 casamentos que frequentou


Desde que começou a ser convidada para ser madrinha e ir em casamentos com frequência, em 2014, Georgina gastou quase 6,5 mil libras esterlinas, além de cerca de 2,7 mil libras somente em festas de despedida de solteira (um total aproximado de R$ 45 mil). Como resultado dos 20 casamentos e 12 despedidas de solteira que frequentou desde então, hoje ela tem uma dívida de duas mil libras (aproximadamente R$ 9,8 mil), de forma que acabou precisando voltar a morar com os pais.

Além do vestido e do presente, como 13 dos 20 eventos que ela frequentou ocorreram em outra cidade, ela ainda precisou gastar com viagens e hotéis -isso porque normalmente ela tenta economizar usando serviços como Airbnb e pegando vestidos emprestados.

Leia também: Casar no domingo pode ser mais econômico e vantajoso

“Eu também sempre escolho dar o presente mais barato da lista de presentes. Já comprei suportes para vela e até um par de talheres para servir salada”, conta ela em entrevista ao tabloide “The Sun”.

Ao veículo, Georgina revela que adorava ir a casamentos, mas que a partir de 2014 começou a receber convites demais, inclusive para ser madrinha e até dama de honra - papel que, segundo ela, é o mais caro de todos. “Meu calendário foi ficando cada vez mais apertado e o dinheiro estava indo embora. Comecei a entrar em pânico”, diz.

Dívidas

Para arcar com todos os custos, ela começou a usar o cartão de crédito, mas foi tendo dificuldades para quitar a fatura. “Em novembro do ano passado, eu tinha gasto 1,5 mil libras no cartão de crédito e já estava 800 libras no cheque especial do banco. Eu tentei diminuir os custos, mas eles continuavam aumentando”, afirma.

Ela conta que o máximo que chegou a gastar em um casamento só foi 800 libras (cerca de R$ 3,7 mil), em uma cerimônia que ocorreu na Itália, mas ela também já gastou 600 libras (aproximadamente R$ 2,9 mil) em um fim de semana de despedida de solteira de uma amiga na Espanha - “era o que eu pagava de aluguel todo mês”.

Leia também: Tendências de vestidos para madrinhas de casamento para não errar

Por conta disso, hoje Georgina odeia ser convidada para casamentos, dizendo “tremer” quando recebe um convite porque sabe que não consegue recusar. A “ madrinha de carteirinha” também decidiu voltar a morar com os pais para economizar dinheiro. “No fim, alguma coisa precisa ceder. Só tinha um dia do mês em que a minha conta não estava no negativo, que era quando caía meu salário. Eu não tinha vida, gastava tudo com casamentos.”

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.