Tamanho do texto

Chris Norton até esqueceu que era tetraplégico quando levantou da cadeira de rodas e impressionou a noiva. "Somos mais fortes com o amor", diz ele

Chris Norton sofreu um acidente em outubro de 2010, enquanto jogava futebol americano na universidade. O jovem, que acabou  ficando tetraplégico e preso a uma cadeira de rodas, pensou que seria impossível encontrar uma namorada após o ocorrido e nem imaginava que, um dia, emocionaria tantas pessoas com a sua história de superação.

A força de vontade do tetraplégico Chris conquistou Emily, que se emocionou quando viu o noivo dando alguns passinhos
Reprodução/Facebook
A força de vontade do tetraplégico Chris conquistou Emily, que se emocionou quando viu o noivo dando alguns passinhos


Leia também: Casamento melhora depois de 20 anos de união, afirma pesquisa

Tudo mudou, finalmente, quando os amigos de Chris resolveram insistir para que ele criasse uma conta em um aplicativo de namoro. Com o celular em mãos, o rapaz conheceu Emily e começou a interagir com a moça, que o aceitou com suas limitações e se casou com ele no fim de semana passado. A cerimônia, linda e emocionante, fez até o jovem se esquecer por alguns segundos do acidente que o deixou tetraplégico .

Com a ajuda da noiva, Chris conseguiu caminhar até o altar e foi muito aplaudido pelos convidados. Antes disso, em 2015, ele já havia se superado ao ficar de pé em sua formatura, uma conquista do casal, pois Emily teve participação especial nisso.

"Foi incrível ver como ele estava motivado", disse a noiva sobre a surpresa feita pelo marido. “Quando ele define sua mente para algo, ele faz. É uma pessoa muito focada, foi por isso que me apaixonei por ele”,  completou ela.

Conquista de tetraplégico inspira pessoas


Chris e Emily foram para programas de televisão contar a história que viralizou nas redes sociais. Em seu perfil do Facebook, o noivo também relatou como se sentiu durante o casamento e deu uma lição de vida aos amigos e novos seguidores.

Leia também: Idosos viúvos têm casamento emocionante

"Esta caminhada não é sobre o ato físico de caminhar, é sobre não deixar os seus desafios e fracassos te deixarem para baixo. É sobre como nós somos mais fortes com amor, e é sobre confiar em Deus quando você se sente desesperançoso“, publicou.

O rapaz, que também aproveitou a deixa para divulgar o documentário “6 Metros: A História de Chris Norton”, que conta o que aconteceu com ele detalhadamente, é dono de uma fundação que busca ajudar outras pessoas que sofreram lesões debilitantes semelhantes.

Leia também: Jovem com câncer terminal tem casamento dos sonhos

“O documentário captura tudo que aconteceu entre o pior dia da minha vida, 16 de outubro de 2010, até o melhor dia da minha vida, 21 de abril de 2018. De ouvir que eu tinha apenas 3% de chances de mexer qualquer coisa abaixo do meu pescoço até caminhar com a minha esposa após o nosso casamento“, publicou o tetraplégico ao indicar o filme aos que, assim como ele, amam a vida e são extremamente gratos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.