A especialista em casamento Andrea Maia faz uma análise do dress code do casal, que trocou alianças na praia. Dê a sua opinião

No último final de semana, Alexandre Frota e a esposa Fabiana selaram mais uma vez a união, desta vez em uma cerimônia religiosa realizada na Ilhabela (SP), cenário conhecido como Destination Wedding de renome, perfeito para realizar um casamento altamente luxuoso ou superdescontraído. Antagônico? Mas é absolutamente possível, desde que o estilo a seguir seja respeitado do começo ao fim, para não virar um show de horror!

LEIA AQUI TODAS AS NOTÍCIAS DE NOIVAS

Nossos olhares se voltam ao dress code do casal. Que fique claro: o dress code só se torna polêmico quando ele não comunica com o todo da cerimônia e da festa. É possível sair dos padrões tradicionais de vestimentas para casamento e ainda manter o bom gosto e o bom senso.

A noiva Fabiana escolheu um vestido simples, clássico e sofisticado, com tecido de renda, salto alto, cabelos soltos e buquê na mão. Já o ator e diretor estava de camiseta branca, bermuda exibindo uma marca esportiva (oi?) e um tênis vermelho bem marcante. Combinação perfeita... para dar uma volta no shopping! Não acham? 

Para quem pensou assim, um total equívoco! O casal optou por uma cerimônia superíntima que contou com uma benção religiosa e uma volta de barco regada a prosecco e poucos convidados, não houve nem festa nos moldes de casamento.

Na minha análise, o noivo está mais adequado para a proposta do casamento do que ela. Mas claro que Frota poderia ter poupado o merchandising  e talvez optado por um tênis menos chamativo, entretanto, a ocasião pedia ainda mais despojamento, principalmente da noiva: um vestido curto, sapatos baixos e um pouco da vibe praiana. E você, o que achou? Dê a sua opinião!

*Andrea Maia é organizadora de eventos e autora do blog  Chegou a Hora .


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.