Após a troca de alianças na igreja, Daniel e Adriana comemoraram o placar de 10 anos de namoro no Estádio

Casal são paulino roxo faz festa de casamento no Morumbi
Amana Salles/Fotoarena
Casal são paulino roxo faz festa de casamento no Morumbi
O Estádio do Morumbi foi local de duas comemorações neste sábado (dia 21). Após o time do São Paulo vencer o Bragantino Paulista, por uma goleada de 4 X 1 , Daniel Goulart entrou em campo para marcar o seu gol pessoal: na mesma arena, o torcedor são-paulino roxo, fez a sua festa de casamento. 

Veja também : 75 ideias para o seu casamento

Fanáticos pela camisa tricolor, o técnico de informática Daniel e a analista de Recursos Humanos Adriana decidiram abrir o placar do espaço de eventos inaugurado no Morumbi no próprio sábado e comemorar, na casa do time do coração, a boda.

“Queríamos fugir do tradicional. Uma celebração aqui no estádio pareceu mais do que inusitada”, conta a noiva dando uma volta olímpica em torno do campo de futebol. “A festa não poderia ser em outro lugar. Ficou com a nossa cara, apaixonados um pelo outro e amantes incondicionais desse time do coração. E como presente veio o placar do jogo de hoje, que foi comemorado ainda dentro da igreja” completa ela. ( veja a galeria de fotos no final da reportagem ).

Para o noivo, ímpar na decisão da escolha do local da festa, foi a cumplicidade da esposa que consagrou a realização de seu grande desejo: comemorar uma data especial da sua vida no Morumbi.

Saiba mais: pedidos inusitados de casamentos

“Ano passado, quando vim ver o camarote para celebrar meu aniversário de 32 anos, a Adriana sugeriu fazermos nossa festa de casamento aqui. Eu, fanático pelo time e por ela, topei na hora”, conta Daniel. “Seria a coisa mais diferente que eu já tinha visto. Meus amigos lembrariam daquilo para sempre”, completa. A locação do camarote para uma festa para 200 pessoas sai por R$ 10 mil. O buffet tem preço médio de R$ 100 por convidado.

O gol

O casal namorou dez anos antes do matrimônio, mas reservou seis meses para preparar a festa de casamento. Logo na entrega dos convites, Daniel e Adriana ousaram: a convocação dos amigos foi em forma de ingresso de jogo. “Quando meu filho me deu o primeiro convite, chorei como há muito não fazia. Ele disse que era uma homenagem por eu o ter feito um são-paulino de verdade”, relembra o pai do noivo, também são-paulino roxo, Vicente Goulart.

No local da festa, não foi diferente. A decoração do ambiente seguiu os tons do tricolor preto, vermelho e branco e o buffet também obedeceu as regras dos juízes dessa partida: os doces e os pratos foram ornamentados com corações nas cores do time. E a vista do gramado – pisado pelo ídolo do casal, Rogério Ceni – proporcionou o deleite dos ali presentes depois de horas de dança na pista.

O placar contra

Porém, comemorar o casamento em um estádio de futebol também tem seus "gols contra", o que deixa os noivos e os convidados preocupados e ansiosos.

Saiba quem é a "noiva do Corinthians"

“Como a confederação (responsável pela organização do campeonato) mudou o lugar do jogo deste sábado de última hora, na semana passada, quase tivemos que adiar o casamento”, relembra Adriana. “Graças a Deus que, mesmo com a competição, conseguimos manter a festa para o dia 21”.

E os problemas podem ir além: os amigos de times adversários podem se rebelar durante a festa. “Como o Daniel é meu primo, não poderia deixar de vir, agora não tinha como entrar no Morumbi sem o manto sagrado do Corinthians, o mosqueteiro do time”, brinca Fabio Goulart, mostrando a camisa corinthiana embaixo do terno.

“Garanto ainda que se ele acha que está convencendo alguém com essa apologia ao São Paulo, os broches que eu e meu pai estamos distribuindo na festa (acessórios corinthianos) vão fazer mais sucesso do que ele imagina”.

Mesmo com as brincadeiras, Daniel e Adriana bradaram seus fanatismo pelo São Paulo durante toda a festa (até a lingerie da noiva tinha as cores da bandeira do time). O noivo deixou ainda seu pedido final: “que nosso time continue com a tabela de jogos aqui no Estádio do Morumbi, pois cada retorno nosso a esse campo vai ter um gostinho especial”, desejou Daniel.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.