Usando a hashtag #thedress, a loja inglesa Roman aproveitou o súbito sucesso mundial do modelo para trazer a peça de volta ao estoque

 “O vestido” está de volta ao estoque. Com essa frase em destaque na página inicial do site a loja de roupas femininas Roman  anuncia que o modelo mais comentado no mundo pode ser adquirido por 50 libras.

Foi assim que a marca inglesa fundada em 1995 decidiu aproveitar o súbito sucesso mundial do modelo 70931, um tubinho azul-royal com detalhes em renda preta, que ganhou o mundo no rastro de uma polêmica que polarizou discussões nas redes sociais.

Tudo começou, segundo o relato da agência BBC, quando a mãe de uma noiva escocesa decidiu enviar por email aos noivos uma foto do modelo, que ela usaria na boda. Como não conseguiu chegar a um acordo sobre se a peça era azul e preta ou branca e dourada, o casal decidiu postar a foto no Facebook, perguntando qual era a cor do vestido. A postagem foi sendo compartilhada pelas redes e não parou mais.

Em questão de horas a polêmica do vestido se transformou em trending topic brasileira e mundial no Twitter, invadiu outras redes sociais, se transformou em meme  e foi motivo de discussões entre dois grupos: os que viam a peça nas cores azul e preto e os que só conseguiam enxergar as cores branco e dourado. Até mesmo famosos como Kim Kardashian e Taylor Swift repercutiram a polêmica .

A explicação para as duas versões de cores em um mesmo vestido quem deu foi a Ciência ( veja aqui ). Mas a fama, quem levou, foi a Roman.

  LEIA AQUI TODAS AS NOTÍCIAS DE MODA

      >>> Curta a página do Delas no Facebook  e siga o @iGModa  noTwitter <<<


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.