Várias estrelas da atual geração que está sob os holofotes, como Kaia Gerber e Lily McMenamy, prova que beleza e talento vêm de berço

Existe uma percepção de que o mundo da moda é um clube fechado. É uma sensação comum a pessoas externas ao círculo fashion e que deriva do fato das principais dinastias da moda começarem como negócios de família antes de se renderem aos grandes conglomerados. Exemplos notórios remetem a algumas das grifes italianas mais reconhecidas como Versace, Gucci, Brunello, Prada, Fendi, entre outras.

LEIA AQUI TODAS AS NOTÍCIAS DE MODA

>>> Curta a página do Delas no Facebook e siga o @iGModa noTwitter <<<

Percepções à parte, um fenômeno interessante se manifesta na outra ponta do universo fashion. É cada vez mais frequente que filhas de mães modelos sigam os passos das matriarcas. A badalação e o status conquistados pelas tops sempre exerceram fascínio nas adolescentes, fossem elas filhas de modelo ou não. O que se verifica são mais liberdade e tolerância com as escolhas de jovens que vivem a rotina da moda em seus seios familiares.

Uma das pioneiras é Yasmin Brunet. Filha da lendária Luiza Brunet, a moça já tem uma carreira consolidada aos 26 anos. Escalada para desfiles relevantes do calendário de moda nacional e internacional, Yasmin já fez trabalhos para Cia. Marítima, Victor Dzenk, Água de Coco, Blue Man, entre outros. A prova de que havia saído da sombra da mãe foi quando em 2008, então com 20 anos, fotografou para a prestigiada e concorrida revista “Sports Illustrated”.

Aos 13 anos, Kaia Gerber dá sinais de que deve seguir o caminho trilhado pela mãe, a supermodelo Cindy Crawford que fez tremer os anos 1990 dentro e fora das passarelas. Além de fazer caras e bocas em seu perfil no Instagram, a adolescente acaba de estrelar seu primeiro editorial de moda na revista “Teen Vogue”.

Menos conhecida no Brasil, mas vigorosa representante latina na Europa, a ex-modelo Andrea Dellal também passou para as filhas o gosto pela moda. A primogênita, Charlotte, lançou uma grife de sapatos que já cresceu e hoje oferece outros acessórios como bolsas e joias.  Mas desde 2012, a outra filha de Andrea Dellal, Alice, de 27 anos, anglo-brasileira, é uma das modelos mais quentes do circuito. Além de ser uma das musas do renomado fotógrafo peruano Mario Testino, ela foi um dos rostos globais da Chanel em 2012. Com seu visual rebelde, ela também já emplacou campanhas para Marc Jacobs, H&M e Calvin Klein.

Lábios carnudos, dentes separados, cabelos volumosos e um frisson no mundo da moda. Uma das mais requisitadas modelos da atualidade é Georgia May Jagger, filha do Rolling Stone Mick Jagger com a ex-modelo Jerry Hall. Aos 22 anos ela já estrelou campanhas para a Chanel, Versace, H&M, entre outras. Georgia, porém, não é a pioneira entre as filhas de Mick e Jerry. Elizabeth Jagger, que completou 30 anos em 2014, começou a fazer trabalhos como modelo em 1998. Dividida entre as carreiras de atriz e modelo, Lizzy nunca demonstrou muita convicção em nenhuma das frentes. Em 2011, posou para a Playboy reprisando a capa que a mãe estrelara em 1985. O ensaio lhe abriu mais algumas portas no mundo da moda.

Outro Rolling Stone deu sua contribuição para a nova face da moda. Theodora Richards, filha de Keith Richards com a ex-modelo Patti Hansen, ainda não faz ferver as passarelas, mas já estrelou uma boa cota de editoriais de moda e já foi contratada para campanhas de grifes menores.

Aos 20 anos, a americana Lily McMenamy coleciona trabalhos para Louis Vuitton, Fendi, Kenzo, Jean Paul Gaultier, entre outros e já demonstra que a carreira que deu fama à mãe, Kristen McMenamy, é a que deseja seguir com prazer e dedicação.

O DNA fashion está na moda, resta saber se é uma tendência que veio para ficar.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.