A estilista britânica lança em São Paulo sua nova coleção em parceria com a C&A e as peças causam correria nas araras

Mulheres ricas e poderosas que certamente não têm o hábito de renovar o closet em rede de fast fashion estavam eufóricas e saíram carregadas das araras da loja C&A do shopping Iguatemi, em São Paulo, na tarde desta quarta-feira (5). O motivo: todas querem ser Stella McCartney. Ou querem pelo menos um pouco do jeito descolado da estilista britânica que acaba de lançar sua segunda coleção em parceria com a rede.

Antes da pré-venda que tumultuou a loja do Iguatemi, a filha de Paul McCartney conversou com a imprensa e mostrou porque é o principal cartão de visitas de sua grife. Stella é cool. Sua moda é chique e tem frescor, mas sem ostentação, a estilista é engajada com a ecologia e a sustentabilidade, diz que faz peças atemporais para durar para sempre e é uma supermãe. “Estou devastada que vou ficar aqui só um dia, mas tenho quatro filhos. Tenho que voltar para eles”, disse ela na entrevista coletiva. “Meu coração se aquece quando veio para esta parte do mundo. Me sinto tão bem-vinda.”

Coleção para a C&A

“Minha coleção é muito Stella. Tem um pouco de tudo. A linha é muito o que faço na minha casa, mas feita para atrair mais pessoas. Minhas peças são atemporais. Não faço coleção para a mulher brasileira, ou para a mulher londrina. Todas temos acesso às mesmas imagens. Penso que por ser estilista mulher desenhando para outras mulheres consigo traduzir (o que elas querem). É uma coisa psicológica. Estou sempre interessada no que as mulheres estão vestindo. Olho para esta sala e penso porque cada uma escolheu tal roupa. Ela reflete o que cada uma é.”

Grandes estilistas em fast fashion

“As pessoas querem ter peças atemporais, que não vão jogar fora na semana seguinte. É importante que a gente esteja perto para criar essas coleções que vão durar bastante e realizar o desejo de consumo das pessoas.”

Moda ecológica

“Cresci numa fazenda orgânica, em contato com a natureza, vendo as estações do ano mudarem. Meus pais ensinaram sobre sustentabilidade. Quando entrei na moda, eu quis ser responsável. Estou sempre desenvolvendo novas formas de fazer minhas coisas sem impactar o ambiente, sem usar pele, couro”

LEIA AQUI TODAS AS NOTÍCIAS DE MODA

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.