Mulheres poderosas e sofisticadas invadiram as passarelas do inverno 2015 nesta segunda-feira (3)

A sofisticação da mulher da Animale abriu a 38ª edição do SP Fashion Week, realizada entre esta segunda-feira (3) e sexta-feira (7) no Parque Cândido Portinari, em São Paulo. A primeira grife a apresentar seu inverno 2015 levou à passarela camisas de seda decotadas, alfaiataria impecável e muitos recortes no desfile batizado de A Rota da Seda.

A mulher requintada também apareceu em outras coleções. A força da guerreira viking inspirou o inverno da Tufi Duek, que apresentou criações poderosas, com cintura marcada e amarrações, e reluzentes, permeadas com maxi-paetês. Para a estreia na semana de moda de São Paulo, a PatBo, segunda marca da estilista Patricia Bonaldi, investiu na riqueza dos bordados e dos tecidos em seu inverno bem feminino.

Já a estilista Raquel Davidowiczs recrutou Geová Rodriguez para bordar a coleção e aquecer o minimalismo da Uma com arte. Entre as criações em tons de oliva, eucalipto, preto e cor de laranja, muita assimetria e amarrações que propõem uma silhueta mais alongada.

A beleza do cavalo mangalarga marchador foi o ponto de partida da coleção de Victor Dzenk. No entanto, as franjas e os tons terrosos do universo country vestem uma mulher urbana e exuberante com saias evasês, plissados e couro.

A noite terminou com a moda da Cavalera. Alberto Hiar, que finalmente assumiu o papel de estilista de sua própria grife, fez uma releitura da história infantil João e Maria em peças de luxo. Tecidos nobres, técnicas de alfaiataria e jeans japonês pontuaram o desfile que teve o ator Bruno Gagliasso na passarela.

LEIA AQUI TODAS AS MATÉRIAS DO SPFW

>>> Curta a página do Delas no Facebook e siga o @iGModa noTwitter <<<



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.