Ainda não surgiu outro astro da música com tanta influência na moda. Cinco anos após a morte do cantor, iG resgata seis marcas registradas de seu figurino

Michael Jackson deixou um legado único na música, na dança e na moda. E até hoje, cinco anos após sua morte, ninguém atingiu o mesmo patamar de ícone de estilo em que ele ocupa ao lado de Madonna. O cantor criava figurinos para o palco e para videoclipes e logo era copiado por fãs do mundo inteiro. Segundo Michael Bush, figurinista que trabalhou por 25 anos com o astro e autor do livro "O Rei do Estilo", o próprio cantor supervisionava todos os detalhes de seus shows, inclusive os strass e pérolas costurados à mão em suas roupas. 

LEIA AQUI TODAS AS NOTÍCIAS DE MODA

A luva branca bordada com cristais usada apenas na mão direita certamente foi a maior marca registrada do astro do pop. Michael também fez história na moda com a coleção de jaquetas - como a vermelha de couro usada no vídeo de "Beat It", de 1983, e a de estilo militar assinada pelo estilista Bill Whitten -, com o mocassim preto usado para os passos de moonwalk, sempre combinado com meias brancas, e com o chapéu fedora preto enterrado na cabeça. Esses acessórios atravessaram os anos 1980 e 1990 com Michael. Mais tarde, quando colecionava também inúmeras cirurgias plásticas no rosto, o rei do pop passou a adotar grandes óculos escuros modelo aviador da marca Targa.   


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.