Em busca de um espaco so seu, m?es usam a internet para trocar informac?es sobre a maternidade

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=delas%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237496377495&_c_=MiGComponente_C

As m?es est?o cada vez mais conectadas . Agora, em vez de somente buscar informac?es na rede, elas escrevem e compartilham suas experiencias com outras mulheres na mesma situac?o.

Foi buscando um lugar para dar voz as suas ideias que as amigas Aurea Gil, Karla Goncalves e Renata Penna fizeram o  Mamiferas . Criado em abril de 2008, o blog tem o objetivo de promover uma " maternidade ativa e consciente " .

"Achamos que a maioria das revistas e sites tratam a maternidade de uma forma superficial e ate mesmo futil em alguns momentos", afirma Aurea, que e m?e de um menino. Renata, que tem tres criancas, acredita que o grande diferencial esta na forma com que a discuss?o e conduzida. "Nos falamos de m?e para m?e . A ideia e que seja algo bem fluido mesmo, como um papo entre amigas."

"O que a gente sempre diz e que n?o temos respostas prontas e que a intuic?o de cada uma e a voz que deve ser ouvida", completa Karla, que tem um filho.

Para Aurea, um dos pontos positivos de toda essa experiencia e a possibilidade de trazer outras m?es para a discuss?o. "Entrar em contato com opini?es diferentes causa reflex?o e faz a gente repensar nossas atitudes ou mesmo reforcar nossas convicc?es", diz.

Do mundo virtual para o real

Eliane Chagas da Silva criou seu primeiro blog em 2004, mas resolveu comecar a escrever sobre a maternidade apos ficar gravida de Caetano, em 2007. Ela e a m?e do blog Materna SP , que surgiu a partir da lista de e-mails com o mesmo nome.

"Acredito que colocamos no blog informac?es diferentes, polemicas que permitem as mulheres o contato com outro olhar para a maternidade, resume Elly, como e conhecida.

A lista e o blog tambem ja deram frutos fora do mundo virtual : desde o ano passado, e realizado (em S?o Paulo, no Rio e em Campinas) o Cinematerna , com sess?es especiais de cinema para m?es e bebes de ate 18 meses.

Outros espacos para discuss?o

E n?o e so por meio de blogs que as m?es encontram espacos para trocar informac?es sobre a maternidade. Listas de e-mail promovem debates sobre os mais diversos temas deste universo.

Sou moderadora da BestBaby e participo tambem de outras listas de discuss?es sobre amamentac?o e a defesa do parto natural , conta Aurea, que foi a responsavel por trazer a amiga Karla para esse mundo.

Avessa a discuss?es na internet, Karla encontrou nas listas um espaco para acabar com suas angustias. Passei a tirar minhas duvidas de m?e de primeira viagem e a encontrar respostas que n?o escutava em lugar nenhum: coerentes, naturais, humanas .

O Orkut , site de relacionamentos mais popular no Brasil, tem muitas comunidades dedicadas aos temas maternos e a maior delas possui mais de 18 mil membros. Mas Renata ressalta que e preciso ter cuidado com o que e dito por la. "Faco parte de algumas comunidades, mas raramente entro em discuss?es, porque acho que existe muita animosidade e falta de respeito ."

A "mamifera", no entanto, achou uma alternativa para manter o dialogo. "Quando leio no Orkut algo que acredito que posso ajudar, tento chegar diretamente a pessoa para dar uma dica ou sugest?o, via scrap ou e-mail."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.