Sera que da pra usar tecnicas de adestradores de animais para deixar o seu parceiro mais bonzinho? Uma jornalista americana garante que sim...

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=ModeloiG%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237491680751&_c_=MiGComponente_C

Acordo Ortografico

Voce esta cansada de pedir pra ele recolher a cueca do ch?o do banheiro, ajudar a lavar a louca e tirar o copo do sofa, depois de passar a tarde toda assistindo ao jogo. Horas e horas de DR, terapia de casal, conversas com a familia dele, aquela sensac?o de ja ter tentado tudo. Foi assim tambem que a jornalista Amy Sutherland se sentiu quando resolveu aplicar tecnicas de adestramento de animais em seu marido.

Ao pesquisar sobre como deixar os animais adestradinhos, Amy percebeu que poderia utilizar alguns truques na relac?o com o marido. O assunto rendeu tanto pano pra manga, que ate virou o livro O que a Baleia Shamu me Ensinou Sobre Vida, Amor e Casamento" (Ed. BestSeller).

Como assim?


Uma das ideias e bem parecida com a tatica de dar biscoito quando o cachorro faz exatamente o que voce manda. A tal da recompensa. Ao inves de criticar, arrancar os cabelos e espernear quando o parceiro faz algo que n?o agrada, ignore-o. Apenas demonstre qualquer coisa quando ele fizer algo que te agrada. E assim que comeca o condicionamento.

Se voce esta pensando que vai pedir para o seu parceiro deitar, fingir de morto ou rolar para as visitas, esta bem enganada. Seria divertido, mas a ideia do livro n?o e bem essa. Meu objetivo (...) n?o era obrigar as pessoas a se curvarem a minha vontade, e sim me situar melhor nas interac?es e relac?es humanas que me preenchem os dias, conta ela no livro.

Parece tudo muito estranho, mas o condicionamento n?o e nada distante do que ja fazemos no dia a dia. Lembra quando a sua vizinha lavava a calcada dela por horas e voce, nervosissima com aquele desperdicio, varria o seu lado com olhar de desdem? O olhar fatal foi uma forma de treina-la a nunca mais repetir tal cena. Quem responde um convite de almoco ou jantar enviando um apressado e-mail com sua lista de tarefas treina os amigos a n?o convida-lo para mais nada, comenta a jornalista.

Se inconscientemente ja treinamos quem esta por perto, porque n?o fazer isso propositalmente? Foi com esse pensamento que a autora criou tecnicas, no minimo, divertidas. Confira.

- Animais zangados e frustrados costumam atacar o que estiver ao seu alcance e, muitas vezes, deslocam a agress?o para outro ponto . Quando o parceiro estiver furioso porque n?o consegue apertar um parafuso (e na verdade ele esta nervosissimo com a semana chata que teve), n?o chegue perto nem pra dizer "oi". Pode ser motivo para um pedido de divorcio.

- Preste atenc?o aos sinais (corporais ou verbais) que o seu parceiro da e aja em func?o deles. Se ele coca o nariz antes de parar de prestar atenc?o nas suas historias, mude de assunto quando o primeiro sinal aparecer.

- Quando sentir que vai soltar os cachorros, adote um comportamento incompativel com essa atitude , como procurar um jornal e se ocupar com a leitura.

- Voce ate pode pedir ou mandar, mas se exigir demais de uma so vez, provavelmente n?o vai conseguir o que quer. Ao inves de exigir mudancas instantaneas, elogie os pequenos progressos .

- A ideia e ver mais do que o comportamento ; ver o que vem antes dele, o que o cerca, qual e o contexto e assim evitar uma ac?o indesejada. O seu parceiro sempre foi descuidado com a aparencia desde a infancia? Isso n?o tem nada a ver com voce. Inclusive, ele ja era assim quando o conheceu.


Outro lado

Alguns pontos extremamente diferentes entre homens e animais fazem alguns especialistas desaprovarem a tecnica. Somos muito mais complexos do que os animais, mesmo os mamiferos superiores, cujo DNA e quase igual ao nosso. Somos dotados de raciocinio logico, valores, interesses e livre-arbitrio. A n?o ser que sejamos infantis, ou fracos, ou bitolados, dificilmente nos deixaremos condicionar por terceiros, explica Magdalena Ramos, professora da Faculdade de Psicologia da Pontificia Universidade Catolica de S?o Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.