Existe risco de gravidez na masturbação mútua?

Por iG Delas , por Laura Muller |

compartilhe

Tamanho do texto

Sexóloga Laura Muller fala sobre os benefícios e também os riscos da masturbação a dois

O *Lucas tem 21 anos e revelou o seguinte: “Estou com uma dúvida sobre masturbação mútua. Masturbei minha namorada e acredito que estava com o dedo sujo de líquido que sai antes da ejaculação. Não cheguei a introduzir o dedo na vagina dela, mas passei por fora. Não cheguei a gozar, mas fiquei preocupado. Ela corre o risco de engravidar?” Vamos às possíveis respostas:

Existe risco de gravidez na masturbação mútua?
Thinkstock Photos
Existe risco de gravidez na masturbação mútua?


Os espermatozoides

– Aquela gota de líquido que sai do pênis antes da ejaculação pode conter espermatozoides e engravidar a mulher. Mas isso quando ocorre penetração na vagina: dentro do corpo feminino, os espermatozoides sobrevivem por até 72 horas após a ejaculação. Mas fora, como foi o seu caso, eles morrem rapidamente, levando embora o risco de uma gravidez fora de hora.

As preocupações

– O jeito mais adequado de fazer sexo sem se preocupar com o risco de engravidar é usando um método anticoncepcional, que pode ser pílula, injeção ou outro que o médico ginecologista recomendar à mulher. Vale lembrar que cada pessoa é única e, por isso, precisará ver com o seu médico qual o método para evitar a gravidez que combine mais com o corpo dela e com seu estilo de vida.

Sexo sem neuras: é verdade que a pílula só protege a partir da segunda cartela?

A masturbação mútua

- Essa é uma prática que costuma render grande prazer ao casal e levar a mulher mais facilmente ao orgasmo. Para a masturbação, não há necessidade de uso de camisinha. Mas todas as outras práticas requerem o preservativo: a penetração vaginal, o sexo oral e o anal. Só assim vocês podem transar com a tranquilidade de estarem prevenidos contra as doenças sexualmente transmissíveis.

Uma dica saudável

– Camisinha aliada à pílula anticoncepcional é, segundo os médicos, a dupla infalível para o sexo seguro, responsável e prazeroso. Aposte nessa ideia! Vocês verão que o sexo fica muito mais saboroso quando estamos sem preocupações com gravidez nem doenças.

    Leia tudo sobre: gravidezmasturbaçãoanticontraceptivosexo

    compartilhe

    Tamanho do texto

    notícias relacionadas