• Libra
  • De 21/09 a 20/10

Horóscopo da Semana - 17 a 23 de setembro de 2017

Somos todos um

Nesta ultima semana antes do Sol ingressar em seu signo você precisa concentrar as suas ações no campo profissional, pois precisará de muito empenho para dar conta de tantos compromissos. Seu trabalho será bem sucedido se você conseguir angariar a ajuda de colegas e parceiros, por isso não hesite em pedir ajuda quando for necessário. Também no âmbito pessoal você pode se beneficiar das energias dessa semana que facilitam as conversas e a conclusão de eventuais acordos, especialmente se você estiver disposto a escutar as sugestões de seus parceiros. Mudanças de ultima hora podem ser benéficas para terminar suas tarefas favoravelmente.

O Signo e o Amor

Somos todos um

Nas amizades ele parece sempre fazer o que os outros desejam, não demonstrando grande entusiasmo mas tentando agradar a todos. E no amor? Bem, o libriano precisa do amor como do ar para viver. Ele é afetuoso, carinhoso e retribui o afeto de maneira contagiosa. Eles amam o amor pelo amor. Eles se envolvem facilmente nos relacionamentos, mas podem se frustrar com a mesma facilidade, pois tem uma idéia muito romântica do amor e do relacionamento. O libriano é ardente, mas de uma forma um pouco lânguida. Para aproveitar plenamente o sexo, ele precisa de um ambiente confortável, descontraído e de todo o tempo do mundo.

O Signo e a Casa

Somos todos um

Como é a casa de um libriano? Seguramente muito charmosa, aconchegante e de uma estrema elegância. Qualquer que seja a moda ou o estilo predominante, a sua casa primará sempre pela grande harmonia dos elementos. Com almofadas jogadas ao acaso pelo chão, que induzem a um voluntário abandono, com vasos repletos de flores naturais e quadros dentro desta mesma temática espalhados pelas paredes, este espaço emana graça e sedução sem fim. E como será o quarto de um libriano? Um charmoso convite para um descanso voluptuoso. Muitas almofadas macias, e, como são românticos por natureza, não dispensarão o uso de uma penteadeira cheia de frascos de perfumes, franceses, é claro! As cores variam de acordo com as flores de sua preferência, geralmente as violetas, rosas, gardênias e glicínias. O libriano dispensa contrastes, para ele tudo deve estar em perfeito equilíbrio.

O perfil de Libra

Mesmo quando não conhecem filosofia, os librianos compartilham da visão de um dos mais importantes filósofos da história: Platão.

Ele dizia que o que nós vemos do mundo é apenas um pálido reflexo de um outro, de formas perfeitas, que existe num outro plano: o mundo das ideias. Como vivem num mundo imperfeito, os librianos parecem sempre um pouquinho deprimidos. Na verdade, estão decepcionados. E são completamente fascinados por espelhos. Ninguém vê a si mesmo diretamente. O homem só conhece a própria imagem através de reflexos. Reflexos que podem estar num lago, numa vitrine ou, no mais extraordinário de todos os espelhos: os olhos de uma outra pessoa. Essa visão, ou melhor, o tipo de informação que vem daí, acompanha os librianos em todos os momentos da vida. Por isso eles se preocupam tanto com o que os outros vão pensar. Eles sabem o tempo todo qual é o efeito que causam. Daí a fama de vaidosos. Quem não se preocupa com a aparência quando está diante de um espelho? E também a ideia de que eles fazem qualquer coisa para serem aceitos pelo grupo: eles sabem exatamente o que o grupo espera deles. Essa capacidade de saber ler os olhos dos outros às vezes é um obstáculo, mas quando é bem usada, faz dos librianos os melhores diplomatas e os amigos ou companheiros mais gentis de todo o Zodíaco. Como Libra é a casa de Vênus, a deusa do amor e da beleza, e o exílio de Marte, o deus da guerra, eles já nascem pacifistas. Ninguém encarnou tão perfeitamente o ideal libriano como o Mahatma Ghandi, que nasceu no dia 2 de outubro de 1869, e dedicou toda a sua vida a mostrar na prática que é possível ganhar uma guerra com uma proposta de paz. Mapa Astral Grátis on-line