ver novamente
  • Escorpião
  • De 21/10 a 20/11

Horóscopo da Semana - 24 a 30 de julho de 2016

Somos todos um

O início da semana pode ser intenso em atividades e também em imprevistos com os quais você precisará lidar com sabedoria de forma a não se deixar desviar de seus objetivos principais. Afinal, as atitudes impulsivas podem causar verdadeiras catástrofes que dificilmente serão reparadas! Por essa razão, procure não perder o controle de suas emoções, pois somente com calma e sabedoria conseguirá driblar os obstáculos que a vida teima em lhe apresentar. No campo afetivo e amoroso, você pode aproveitar esse momento astral para esquentar a sua relação, colocando mais tempero em seu relacionamento íntimo. Que tal uma viagem romântica com seu parceiro?

O Signo e o Amor

Somos todos um

O Escorpião não ama, se apaixona perdidamente, intensamente. Ele possui uma força maravilhosa dentro de si que deve ser canalizada para que as emoções possam se expressar de forma plena e gratificante. Mas, quando esta força ficar fora de controle, ela pode ser destruidora, assustadora mesmo! As grandes paixões do Escorpião se transformam em ódio, não há meias medidas. A intensidade de suas emoções, a sua necessidade de envolvimento sexual podem levar o nato deste signo a situações difíceis, onde o impulso sexual o leva a ações que podem magoar o seu parceiro. O resultado seja talvez um sentimento de culpa, que dificilmente ele confessará. O ciúme é uma força destrutiva assim como o sentimento de posse exagerado. Com um pouco de autoanálise poderá chegar a um ponto de equilíbrio, especialmente com o tempo e a idade, que apaziguarão todo o impulso canalizando-o de forma mais gratificante.

O Signo e a Casa

Somos todos um

Como é a casa ideal de um Escorpião? Seguramente uma casa de grandes contrastes, como são seus sentimentos. Ele tem muita energia e muita ambição, portanto, procurará coisas sólidas, e principalmente que reflitam todo o seu poder e sua ambição. Será sem dúvida um lugar de brilho exagerado, veludos, cores contrastantes e ostentação de riqueza. E como será o quarto deste nativo? Se em algum lugar do Zodíaco existe um quarto que antecipa a noite ou a prolonga sem fim, este, sem dúvida, será aquele de um nativo de Escorpião. Templo secreto, lugar roubado, este quarto recusa a luz do exterior para criá-la à sua maneira em seu interior. Cheio de contrastes, ele mescla cantos vazios com espaços repletos de elementos, materiais sedosos em forrações aveludadas, com texturas ásperas. Nas cores escarlates e sombrias, este templo de contrastes é o centro de magia necessário ao desenvolvimento de seus sonhos mais profundos. Sensualidade à flor da pele, não dispensa uma sedutora espreguiçadeira escondida por um biombo sensual, para antecipar as suas noites de prazer.

O perfil de Escorpião

Quem nasce no tempo de Escorpião recebe do céu um dom que, se não for bem compreendido e bem usado, pode ser fonte de muita perturbação: a capacidade de perceber a tensão que está dentro das coisas e que vai fazer elas mudarem.

Ao contrário de Touro, que se encanta e se apaixona pelas coisas como elas parecem ser, Escorpião é atraído pelo mundo misterioso que existe por trás das aparências. Sempre associado à morte, à violência, ao ciúme e à sexualidade exagerada, Escorpião é talvez o mais mal falado de todos os signos. É possível que a má fama tenha vindo do fato de que, para os povos que criaram a astrologia, essa época do ano correspondia ao outono, o tempo em que a natureza ensina aos homens que morrer é natural. Mais do que natural, é necessário. Por sua oposição ao signo de Touro, que simboliza a Primavera, Escorpião sabe que mesmo as coisas mais perfeitas e belas não vão ser perfeitas e belas para sempre. E pressente o que elas vão ser depois. Touro se encanta com a beleza das flores. Escorpião é apaixonado pelas sementes que só vão mostrar sua força depois da morte da flor. Quem nasce com o sol em Escorpião vê o mundo e as outras pessoas com olhos de raio -X e isso às vezes cria problemas. Como imaginam que todo mundo pode ver o que eles veem, tendem a ser muito fechados. Criam uma verdadeira barreira em torno dos seus sentimentos, que são sempre muito intensos. Eles estão sempre “morrendo” de amor, “morrendo” de saudade, “morrendo” de rir, “morrendo” de raiva. Mas quando a imensa energia desse signo misterioso encontra uma saída construtiva é que podemos avaliar a força de um Escorpião. Uma força como aquela que animou o sociólogo Betinho, o homem que fez da luta contra a morte pessoal um símbolo emocionante da grande luta coletiva contra a morte pela fome e pela miséria. Mapa Astral Grátis on-line

últimas notícias

      Todas as notícias