ver novamente
  • Capricórnio
  • De 21/12 a 20/01

Horóscopo da Semana - 24 a 30 de Abril de 2016

Somos todos um

Com a quadratura entre Plutão, em trânsito em seu signo, e Urano, que se encontra em Áries e está ainda muito atuante, as perturbações e incertezas da vida atual podem continuar apresentando inúmeros desafios para os natos de seu signo. Enquanto você luta para ir adiante com seus projetos de vida, inúmeras perturbações requerem soluções imediatas e o desviam de seus propósitos. Tolerância e paciência são palavras de ordem para você, pois por mais que você se esforce, as coisas não andam no ritmo que você desejaria. Adapte-se às circunstancias atuais e não se decepcione diante de eventuais fracassos.

O Signo e o Amor

Somos todos um

Apreciando a constância e a lealdade, os capricornianos são ótimos amigos, mas expressam dificilmente suas emoções, parecendo sempre distantes e frios. Ele "deseja ardentemente se apaixonar", mas isto não está em seus planos mais íntimos e nem em sua natureza, mais fria e calculadora. Pela sua excessiva praticidade pode deixar o companheiro constantemente frustrado, já que não é dado a grandes efusões e é capaz de estragar os momentos mais sentimentais, tirando o ânimo e estragando a brincadeira. Sendo um bom organizador, irá planejar todos os momentos com grande antecedência, mas deve se preocupar em olhar mais as necessidades do parceiro(a), para não se sentir frustrado com a rejeição depois. Este signo de tradição, família e propriedade, não deixa lugar para a improvisação e nem para as aventuras.

O Signo e a Casa

Somos todos um

Como é a casa de um capricorniano? Seguramente uma casa organizada, onde tudo está em seu lugar, mas onde, sobretudo, se reflita a sua condição social. Tudo dentro das mais estritas regras da tradição! Tudo tem seu lugar, não há excessos e deve haver um escritório onde poderá com calma continuar a trabalhar, já que a sua carreira está sempre em primeiro lugar. O ambiente pode até parecer despojado, mas ele vai preferir móveis de estilo, tradicionais ou ingleses, e tecidos clássicos. E o seu quarto, como será? Na luz e na calma que são seus luxos, o quarto do Capricorniano se lê como uma planta de arquitetura. Rigoroso e despojado, concentra-se no essencial, procurando sempre mais o vazio e o abstrato. Mesmo que os supérfluos da decoração lhe pareçam como concessões fastidiosas, o fogo de uma lareira, os livros favoritos e a sombra verde de uma planta, lhe proporcionam os sentimentos de uma presença que, neste lugar íntimo, às vezes lhe faz falta. As linhas são geométricas, essenciais, as cores sóbrias como o preto, cinza, índigo e as cores de terra. Concessão às tradições são os tapetes Persas e os objetos de valor, mas somente os essenciais!

O perfil de Capricórnio

A palavra-chave para entender Capricórnio é hierarquia. Em qualquer lugar ou em qualquer situação, as pessoas que nascem nesta época do ano sempre percebem com clareza quem é o melhor, quem é o mais forte, quem é o mais esperto.

E o mais importante de tudo: quem é que manda em quem. É claro que, quando são muito pequenos, eles se sentem em desvantagem. E passam o resto da vida tentando compensar esse sentimento. Porque nascem num tempo em que os homens estão em guerra com a natureza, eles tem a impressão que o natural é um mundo que não acolhe, não acarinha. Ao contrário – ameaça e traz desconforto, desafia. No tempo do muito frio ou do muito quente só sobrevive quem é forte, quem é resistente, quem tem coragem para enfrentar a natureza e transformá-la num local apropriado para a vida humana. Aliás, apropriado é pouco - para eles só serve o que é muito bom. Todo capricorniano tem um compromisso com a excelência. Isso não significa que todos estão destinados à vitória e ao sucesso, quer dizer apenas que eles precisam disso para ser realmente felizes. Regidos por Saturno, o deus do tempo, os capricornianos tem muita necessidade de serem respeitados. De serem levados a sério. Como dificilmente as pessoas levam as opiniões de uma criança a sério, eles se sentem muito desconfortáveis na infância. Para eles, o tempo sempre conta a favor. Eles são muito mais adequados para o mundo cheio de exigências e responsabilidades dos adultos do que para a vida alegre e despreocupada das crianças. É por isso que uma máxima astrológica diz que “eles são crianças velhas, e velhos jovens”.

últimas notícias

      Todas as notícias