Dormir e acordar cedo pode ajudar seu filho a prevenir a obesidade, aumentar o desempenho escolar e até lidar melhor com frustrações

Rotina nos horários de sono ajuda a criança a se desenvolver melhor
Getty Images
Rotina nos horários de sono ajuda a criança a se desenvolver melhor
Ao dizer que “criança que dorme cresce mais”, a sabedoria popular acertou. Mas faltou dizer que dormir bem e acordar cedo ajuda crianças e adolescentes a crescer bem, prevenir a obesidade e até lidar melhor com frustrações. Especialistas listaram seis razões para começar uma rotina e colocar disciplina na hora de dormir do seu filho. Dormindo cedo, seu filho pode...

1. Ser menos ansioso

Uma pesquisa da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos mediu os padrões e o tempo de sono de crianças entre dois anos e meio e três anos. Depois, registrou as expressões faciais dos pequenos montando quebra-cabeças em um dia de sono completo e quando eles não haviam dormido bem.

Em estudo divulgado no início do mês, os pesquisadores descobriram que os níveis de ansiedade e irritação aumentam quando as crianças saem da rotina e perdem uma soneca. Ao mesmo tempo, cai a capacidade infantil de lidar com frustrações. “Crianças que não dormem o suficiente ficam irritadas, ansiosas e não conseguem brincar direito”, explica Rosa. Por isso é preciso criar uma disciplina para dormir sempre no mesmo horário, o que influencia a qualidade do sono.

Leia também

25% das crianças sofrem de falta de sono
Seu filho dorme bem?

2. Prevenir a obesidade

Segundo um estudo realizado pela Universidade do Sul da Austrália e publicado na revista “Sleep”, as crianças que dormem mais cedo e, consequentemente, também acordam mais cedo, são mais ativas e magras que aquelas que vão pra cama tarde, mesmo com a mesma quantidade de sono. Adolescentes que dormem tarde não compensam a necessidade de sono adequadamente.

Andrea Bacelar, neurologista e vice-presidente da Associação Brasileira de Sono, explica que é comum encontrar jovens com síndrome de atraso de fase. “A maioria das pessoas dorme por volta das 23 horas e acorda entre 6 e 7 horas da manhã. Quem sofre do atraso de fase somente tem sono na madrugada, entre 3 e 4 horas da manhã, e estende este sono quase até a hora do almoço”, diz ela. “Estas pessoas têm um atraso na curva do hormônio promotor de sono, chamado melatonina”.

De acordo com Andrea, estes fatores alteram o metabolismo de aminoácidos – a leptina e a grelina - fundamentais para manter um equilíbrio energético. Como consequência, o apetite e o peso aumentam.

Leia também
Obesidade atinge bebês de 9 meses
Ritmo de aumento da obesidade infantil no Brasil preocupa médicos

3. Melhorar o desempenho escolar

O pediatra Gustavo Moreira, do Instituto do Sono, explica que o sono adequado ajuda a memória e a capacidade de aprendizagem. Para o médico, as crianças e adolescentes devem ter horários regulares para dormir e, no final de semana, esta rotina não pode variar muito, para não gerar um débito de sono.

Adolescentes também precisam de disciplina para dormir o suficiente
Getty Images
Adolescentes também precisam de disciplina para dormir o suficiente
Por exemplo: durante a semana, um adolescente dorme às 22 horas e acorda às 6. Mas aos finais de semana dorme às 6 horas da manhã e acorda ao meio-dia. Na segunda ele tem que voltar à rotina de levantar às 6 horas, mas provavelmente não vai conseguir dormir cedo no domingo, pois acordou tarde naquele dia.

Para calcular o débito de sono, subtraia a média de horas dormidas nas noites de domingo a quinta-feira da média de horas dormidas nas noites de sexta e sábado. Um débito de sono superior a duas horas significa que seu filho está dormindo pouco durante a semana. “Dormir bem também ajuda na memória e capacidade de concentração”, explica o médico.

4. Ter um crescimento adequado

Outra característica do sono adequado é a produção do hormônio de crescimento, chamado pela sigla em inglês de GH (“growth hormone”). A maior produção do GH é sempre à noite, das 21 às 4 horas da manhã. “Quando a criança, por vários motivos, não está na cama neste horário, a produção de GH declina e ela pode crescer menos”, explica Gustavo Moreira.

Leia mais: por que você pode e deve fazer seu filho dormir bem

5. Manter os ossos fortes

Ao dormir e acordar tarde, crianças – e principalmente os bebês – perdem a maior fonte de vitamina D. “Por meio do sol, nosso organismo obtém a vitamina D e, com ela, melhora a absorção do cálcio, fortalecendo os ossos”, explica a neurofisiologista Rosa Hason, do Hospital das Clínicas, em São Paulo. Ela recomenda que as crianças tomem o banho de sol antes das 9 horas da manhã.

6. Ajustar o relógio biológico

A psicóloga Renata Soifer Kraiser, autora do livro “O Sono do Meu Bebê” (CMS Editora), explica que a melatonina, hormônio que estimula o sono e indica ao cérebro que é noite, é produzido das 20 às 21h30. “Depois deste horário a criança volta a se agitar e é difícil convencê-la de que ainda é hora de dormir, pois a mensagem do organismo já passou”, explica. Por isso, se passar daquele horário, a criança continuará com sono – mas estará desperta e será difícil mostrar a ela que ainda é noite.

Leia mais sobre sono das crianças
7 dicas para melhorar o sono de seu filho
Cinco passos para a noite de sono perfeita

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.