Criar um espaço específico para a brincadeira reforça senso de independência e de organização das crianças

Ter um lugar próprio para as brincadeiras e ser responsável por ele ajuda a criança a se organizar
Getty Images
Ter um lugar próprio para as brincadeiras e ser responsável por ele ajuda a criança a se organizar
Será que existe algum ambiente onde a criança brinque melhor? De acordo com especialistas, sim. Fora de casa, os espaços das brinquedotecas são especialmente desenhados para que elas aproveitem o ato de brincar de maneira plena. E dentro de casa isso também pode acontecer.

Leia também:

O quarto de brinquedo dos sonhos

De acordo com Walderey Marques, coordenadora da brinquedoteca do Clube Pinheiros, os pais podem preparar o quarto de seus filhos para que ele possa ser mais convidativo às brincadeiras. “O ideal é dividir o quarto em cantinhos. Um lugar com uma casinha, se for um quarto de meninas. Um com estante de jogos”, sugere Walderey. E assim por diante.

Além disso, o quarto da criança ainda pode ter tapetes de montar (como aqueles de EVA) e uma mesinha do tamanho dela, explica a designer de quartos infantis Valéria Bartholi . “Uma cadeira muito grande pode causar algum acidente. Uma mesa com cadeiras do tamanho da criança é mais segura”, afirma a designer. Valéria afirma que a segurança é um ponto importante na hora de planejar o quarto.

Hora de brincar e de guardar

De acordo com Walderey, o resto da casa normalmente é restrito para a criança, por isso é importante que ela tenha um lugar só dela para brincar. “O que vale mesmo nesse lugar é a liberdade, ela ter um local para brincar do que quiser”, diz. Maria Ângela Carneiro, coordenadora da brinquedoteca da PUC-SP e autora do livro “A descoberta do brincar” (Editora Melhoramentos), completa que esse sentimento é bom para que a criança desenvolva a independência e a criatividade.

“A criança tem que entender que a protagonista deste lugar é ela. E os adultos só podem entrar na brincadeira se forem convidados”, aponta Maria Ângela. “Mas isso não significa que ela pode fazer tudo. Brincar não significa ausência de limites”, avisa a pedagoga.

É nesse ponto que outro aspecto do quarto aparece: a organização. “Tão importante quanto brincar é aprender a guardar os brinquedos”, sentencia Walderey. Ela e Maria Ângela indicam que os pais devem incentivar seus filhos a guardarem os brinquedos através de acordos e até mesmo brincadeiras. “Se é um espaço só da criança, é bom que ela aprenda a guardar seus objetos, aprendendo a desenvolver a organização pessoal”, diz Maria Ângela.

Valéria afirma que a organização só funciona quando o espaço é planejado para isso. “Todos os lugares de guardar precisam ser predeterminados. É importante que todos os brinquedos caibam nos seus devidos lugares”, diz a designer. Para isso, baús, gaveteiros e grandes organizadores de plástico ajudam.

Tudo pode ser brinquedo

Valéria Bartholi opina que o espaço precisa ser pensado como um local em que as crianças possam sentar e montar um brinquedo. “Se tudo for colocado em prateleiras, fica parecendo uma loja de brinquedos”, comenta. Os brinquedos e jogos devem ser colocados de forma que as crianças tenham fácil acesso a eles.

Mariana Newlands
100 Brincadeiras: escolha a ideal para seu filho
E não pense que, depois de criado o espaço de brincar, você deve correr a uma loja de brinquedos e ‘encher’ o lugar. “O espaço não deve demandar muitos brinquedos. As crianças podem transformar os objetos de acordo com a imaginação”, fala.

Se o seu filho tem muitos brinquedos, acumulados entre presentes de Natal e aniversário, Valéria sugere fazer um rodízio dos que serão colocados ao alcance das crianças. “Caso contrário, eles se cansam rápido. Muitas crianças nem fazem ideia de quais são os seus brinquedos”, diz.

No mais, os pais ainda podem usar outros objetos como brinquedos, como indica Walderey Marques “Aqui na brinquedoteca, um dos objetos que faz mais sucesso com as crianças menores são as vassourinhas e rodinhos”, conta. “A ação de brincar se sobrepõe ao uso dos brinquedos”, completa Maria Ângela.

Leia também:

A importância do brincar
Teste: descubra o presente ideal para o seu filho

    Leia tudo sobre: casa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.