Veja lista de recomendações para manter a segurança das crianças que convivem com cães

Se seu filho não se sente à vontade com cachorros, não o force
Getty Images
Se seu filho não se sente à vontade com cachorros, não o force
Mais de 4,7 milhões de pessoas são mordidas por cachorros todos os anos nos Estados Unidos, segundo o Centers for Disease Control and Prevention. A agência, vinculada ao Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, dá algumas dicas para evitar o problema e proteger as crianças.

- Se você quer comprar um cão, procure uma raça conhecida por ser mansa com crianças.

- Não adote um cachorro com histórico de agressão ou de mordidas.

- Se seu filho não se sente à vontade com cachorros, não o force a conviver com um.

- Não deixe bebês ou crianças pequenas sozinhas com um cachorro.

- Evite brincadeiras mais brutais com qualquer cachorro, por mais mansinho que ele seja.

- Não mexa com cachorros que você não conhece. Se ele vier perto de você, não corra. Fique parado e espere-o passar.

- Evite contato visual direto com qualquer cachorro.

- Não mexa com cachorros que estão comendo, dormindo ou cuidando de seus filhotes.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.