Bons pais exercem grande influência para que suas filhas não tenham comportamento sexual de risco, aponta estudo

Decisões sexuais da menina são influenciadas pelo pai, afirmam pesquisadores
Getty Images
Decisões sexuais da menina são influenciadas pelo pai, afirmam pesquisadores
“Quando se trata de garotas e suas decisões sexuais, a influência paterna realmente é importante”, afirma o escritor Bruce J. Ellis, da Universidade do Arizona, em uma publicação universitária.

Ellis e outros pesquisadores analisaram 59 pares de irmãs em famílias onde os pais se separaram e o pai foi embora de casa e 42 pares de irmãs de famílias onde os pais continuavam juntos.

Leia mais:
- Namorar não é coisa de criança
- Boa relação familiar é a melhor prevenção contra as drogas

Sexo sem camisinha
Os pesquisadores descobriram que meninas que viveram em um ambiente com pais com boas habilidades paternas eram menos propensas a desenvolver um comportamento sexual arriscado. Enquanto que as meninas que moravam com pais com pouca habilidade, mostravam um comportamento sexual mais arriscado. “Descobrimos que não importava o quanto cada filha tinha vivido ao lado do pai, e sim o que o pai fazia enquanto estava presente”, afirma Ellis.

O estudo observou ainda que no caso das irmãs de pais divorciados, a mais velha passava uma média de sete anos a mais vivendo com o pai do que a irmã mais nova.

Comportamento sexual de risco inclui fazer sexo sem camisinha, ter vários parceiros sexuais, fazer sexo enquanto estava alcoolizada ou drogada e ficar grávida antes dos 19 anos.

Leia também:
- Como falar com seu filho sobre homossexualidade
- Os desafios da adolescência

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.