De acordo com pesquisa britânica, pais de múltiplos têm mais chance de enfrentar problemas financeiros e divórcio

Pais de gêmeos têm mais risco de enfrentar problemas financeiros e divórcio
Getty Images
Pais de gêmeos têm mais risco de enfrentar problemas financeiros e divórcio
É comum imaginar que o nascimento de gêmeos ou trigêmeos trará noites mal dormidas e uma montanha de mamadeiras e fraldas. Mas, além destes fatores, uma pesquisa divulgada esta semana para a Associação Britânica de Gêmeos e Nascimentos Múltiplos (TAMBA) aponta que 62% dos pais de múltiplos passam por problemas financeiros após o nascimento de seus filhos, comparados a 40% dos outros pais.

A pesquisa apontou que as famílias que passam pelo nascimento de uma dupla ou um trio enfrentam a privação de alguns bens materiais e também grande dificuldade de comprar itens essenciais para as crianças. Além disso, 28% destes casais acabaram se separando ou se divorciando, porcentagem comparada a 24% de outras famílias.

Segundo o site da MSNBC, rede de televisão norte-americana, o professor e condutor da pesquisa, Stephen McKay, da Universidade de Birmingham, na Inglaterra, informou que o nascimento de gêmeos ou trigêmeos normalmente acontece em famílias já financeiramente estabilizadas, mas as chances da esposa não voltar ao trabalho após nove meses do nascimento das crianças aumentam em 20% em comparação às mães de filhos únicos.

O estudo contou com a análise de dados de um grupo de quase 19 mil crianças nascidas entre 2000 e 2001 e a Avaliação de Recursos Familiares do governo britânico, realizada anualmente para medir estatísticas de pobreza e baixa renda.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.