Pediatras devem orientar os pais sobre os efeitos nocivos da substância, consumida pelas crianças através de refrigerantes

Segundo a pesquisa, 75% das crianças consomem cafeína diariamente
Getty Images
Segundo a pesquisa, 75% das crianças consomem cafeína diariamente
Nova pesquisa americana constata que 75% das crianças consomem cafeína diariamente, especialmente em refrigerantes. E quanto maior a quantidade de cafeína consumida, mais curto é o período de sono destas crianças.

Pesquisadores do Centro Médico da Universidade de Nebraska entrevistaram os pais de mais de 200 crianças, entre os 5 e os 12 anos de idade, durante consultas a uma clínica pediátrica. Eles foram questionados quanto aos tipos e à quantidade de lanches consumidos por seus filhos diariamente.

As crianças entre os 8 e os 12 anos de idade consumiram, em média, 109 miligramas de cafeína diariamente, o equivalente a 3 latas de refrigerante de 350 ml. Embora as crianças menores consumissem menor quantidade de cafeína, o consumo de algumas delas na faixa dos 5 anos de idade foi o equivalente a uma lata de refrigerante ao dia.

“Apesar de associada a problemas de sono, a cafeína não foi relacionada à enurese noturna (fazer xixi na cama durante o sono), mesmo que a substância seja diurética”, disse Shelby Evans, uma das autoras do estudo, em um boletim.

“Os pais devem estar atentos à influência potencialmente negativa da cafeína na qualidade do sono e no funcionamento diário da criança”, disse no mesmo boletim o médico William Warzak, principal autor do estudo.

Warzak e seus colegas sugerem que os pediatras orientem os pais quanto aos efeitos potencialmente nocivos da cafeína.

(Tradução: Claudia Batista Arantes)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.