A partir dos seis meses, hábito de ler para os bebês ajuda a formar melhor vocabulário e facilita alfabetização mais tarde

A partir dos seis meses, bebês já se beneficiam da leitura de livros
Getty Images
A partir dos seis meses, bebês já se beneficiam da leitura de livros
Quem pensa que ler livros e contar histórias é importante só para crianças maiores se engana. Ler para os bebês os deixa receptivos a palavras e sentenças mais complexas, além de apresentá-los aos livros como objetos e à ideia da linguagem escrita. No futuro, eles desenvolverão melhor linguagem, capacidade de interpretar histórias, começarão a ler com facilidade e associarão os livros a uma imagem positiva – e não à obrigação de estudar. “Bebês que ‘leem’ com os pais crescem entendendo que livros são fontes de prazer e informação, porque estão com eles em uma situação gostosa – seja nos seus braços ou no colo, ouvindo a sua voz favorita”, resume a americana Perri Klass, pediatra, jornalista e escritora.

A Academia Americana de Pediatria recomenda a leitura diária para as crianças desde os seis meses de idade. Na última Bienal do Livro, o impacto da leitura sobre o desenvolvimento cognitivo e da linguagem dos bebês foi tema de um seminário, que apontou conclusões de estudos internacionais. Entre os dados, ao entrar na escola, as crianças de três anos que já possuem o hábito de leitura em família apresentam um vocabulário 300% maior que aquelas que não cresceram entre as brochuras.

“Embora ainda não existam pesquisas nacionais sobre o tema, os estudos que vêm sendo desenvolvidos em outros países se aplicam para o Brasil, afinal a natureza humana e o processo de desenvolvimento são universais”, diz o psicólogo e educador João Batista Oliveira, presidente do IAB (Instituto Alfa e Beto), que dissemina e promove políticas e práticas de educação. João fala de evidências científicas que provam que o hábito da leitura, se desenvolvido desde cedo, tem influência positiva não apenas sobre a alfabetização, mas também sobre o desenvolvimento cognitivo em geral – o que é fundamental para o sucesso na escola.

Vantagens

Ler desde cedo para o seu filho o ajuda na familiarização com as letras, características da escrita, sons, segmentação das palavras em sílabas. “Mais adiante, a criança identificará fonemas e compreenderá como funciona o sistema alfabético”, diz.

Os benefícios não param por aí. Cultivar o hábito da leitura desde cedo estreita os laços entre mãe e filho. “Os laços se fortalecem por meio de interações regulares, sensíveis e amorosas. Esta aproximação positiva reforça a saúde emocional, o que ajudará a criança, no futuro, a se empenhar na escola”, conta o professor e pesquisador americano da Universidade de Vanderbilt, David Dickinson.

Para o especialista, quanto mais cedo a capacidade de linguagem é desenvolvida por leituras regulares, mais cedo os pequenos começarão a ler. “Além do mais, com a leitura frequente a criança aprende a ter foco e concentração, uma vez que a mãe a mantém prestando atenção no livro”, completa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.