Novo estudo mostra que irritação de bebês após amamentação não deve ser motivo de preocupação

selo

Motivo mais comum alegado pelas mães para deixar de amamentar é que os filhos não ficam satisfeitos apenas com leite materno
Thinkstock/Getty Images
Motivo mais comum alegado pelas mães para deixar de amamentar é que os filhos não ficam satisfeitos apenas com leite materno
Um estudo realizado por especialistas do Conselho de Pesquisa Médica da Grã-Bretanha indica que mães devem continuar a amamentar seus bebês no peito, apesar de eles ficarem mais chorões do que os alimentados com mamadeira.

Segundo os médicos, é preciso deixar mais claro às novas mães que a irritação dos bebês alimentados dessa forma é algo normal. "Bebês alimentados com mamadeiras podem parecer mais calmos, mas as pesquisas sugerem que estas crianças podem estar supernutridas e ganhar peso mais rapidamente", disse Ken Ong, que liderou a pesquisa.

"Nossas descobertas são essencialmente parecidas com (outras descobertas em) outras fases da vida, de que a comida é reconfortante", acrescentou.

Leia também:
- Amamentação além do peito
- Os erros mais comuns da amamentação e como evitá-los

Insatisfeitos

O motivo mais comum alegado pelas mães que param de amamentar seus filhos é que o bebê não fica satisfeito apenas com o leite materno.

De acordo com os cientistas do Conselho de Pesquisa Médica da Grã-Bretanha, isto reflete uma percepção de que a irritação do bebê é algo negativo. Mas eles acrescentam que esta irritação é normal, sendo apenas a forma de o bebê comunicar suas necessidades à mãe e não deve ser motivo de preocupação.

No estudo, os pesquisadores britânicos pediram que mais de 300 mães falassem sobre o temperamento de seus bebês e declarassem também se eles eram alimentados com leite materno ou ou outro tipo de leite.

No total, 137 crianças eram alimentas exclusivamente com leite materno, 88 eram alimentadas apenas com outro tipo de leite e 91 eram alimentadas das duas formas.

Os bebês que eram amamentados foram classificados pelas mães como tendo um "temperamento mais desafiador" e tendência a chorar mais.

Veja ainda:
- 10 motivos para amamentar seu bebê
- Amamentação exclusiva até 6 meses influencia rendimento escolar
- Mães interrompem amamentação mais cedo por falta de orientação

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.