Publicidade
Publicidade - Super banner
Filhos
enhanced by Google
 

Festa de aniversário em casa: diferente e mais barata

Vai fazer o aniversário de seu filho em casa? Confira algumas ideias para ajudar na organização e na decoração da festa

Camila de Lira, iG São Paulo

Getty Images
Festa em casa: envolver as crianças e economizar nos gastos compensam o trabalho
Foi-se o tempo em que festa diferente significava aquela que era feita em um buffet infantil – hoje, os aniversários infantis em buffets são muito comuns. Mas se o preço do buffet não parece tão convidativo, vale tentar fazer uma retorno às tradições de algumas décadas atrás: a festinha em casa – seja no seu quintal, na casa da avó ou de outro parente ou até no salão de festas do prédio.

Leia mais sobre festa infantil
Como preparar uma festa infantil em casa
12 ideias para festa de aniversário fora de buffet

Para a administradora e organizadora de festas Marina Penna, é uma delícia lembrar esse passado em que as pessoas se recebiam em casa. Como forma de combater as festas “plastificadas e padronizadas” dos buffets infantis, ela criou o buffet a domicílio De Ponta Cabeça, especializado em festas à moda antiga.

Lilian Ruas comanda outra empresa especializada neste tipo de festas, a Tribo da Festa. Ela se lembra de sua família a cada festa que faz. “Acho que virei buffeteira pela memória afetiva da minha família, que sempre foi muito festeira. Era todo mundo enrolando brigadeiro, enchendo bola de gás. Uma sensação total de aconchego e alegria”, ressalta Lilian.

Apesar de serem algo mais trabalhosas, as festas feitas em casa oferecem inúmeras vantagens para mães e filhos. A principal delas, diz Lilian, é a liberdade: “Uma festa em casa você faz com a sua cara, não é obrigado a escolher nada que não quer, nem do que não gosta”. Chris Campos, autora do livro "Almanaque das Festas Instantâneas" (Editora Memória Visual), fala que as festas em casa têm um “clima intimista” que é importante para as crianças.

O preço é outra vantagem. Segundo Lilian, geralmente as festas em casa chegam a sair pela metade do valor que se gasta com uma comemoração em um buffet.

Guilherme Lara Campos/Fotoarena
Que tal improvisar um chá de bonecas para a festa em casa? Ideia da Chá das Cinco apresentada na quarta edição da Mega Festas (2011)
Criatividade e participação

A filha de Lilian, com 9 anos na época, entregou-lhe um desenho que tinha feito na aula de artes e falou: “mãe, quero que esse seja o tema da minha festa”. O desenho em questão continha várias figuras geométricas coloridas dispostas juntas na folha. Lilian teve que usar muito a imaginação para transformá-lo em festa.

E essa é a principal arma que a mãe tem quando faz uma festa em casa: a criatividade. “Um guardanapo de palhaço, por exemplo, pode virar um convite, um enfeite de mesa”, exemplifica Lilian. Para Chris Campos, festas domésticas são perfeitas para trazer de volta docinhos mais antigos, como o bolo gelado – aquele, embrulhado com papel alumínio, se lembra? – e gelatininhas coloridas. 

Outro fator que contribui para a organização da comemoração em casa é a participação das crianças no preparo da festa: preparar e enviar os convites uma semana antes, criar as lembrancinhas e enrolar doces na véspera. “É uma forma de aproximar a mãe das crianças. Sem contar que esses pequenos momentos fazem com que a festa não dure só um dia”, afirma Marina.

No final das contas, as organizadoras concordam: a criança a dona da festa – e nada mais justo para a celebração e para o aniversariante que ela participe, opine e colabore. “Hoje muitas pessoas dão mais valor ao que os outros vão achar da festa, ao tamanho do buffet, quando o que importa mesmo é mostrar para o filho, dono da festa, que estar junto com os queridos e celebrar é mais importante do que a grandiosidade do cenário ou a quantidade de presentes”, fala Chris.

5 dicas práticas

Anote as dicas das buffeteiras Lilian Ruas e Marina Penna e da autora Chris Campos para fazer uma festa na sua casa de maneira tranquila e criativa.

1. Atente à disposição das mesas. Lilian Ruas explica que é melhor que as mesas de bebidas fiquem perto da geladeira, tornando mais fácil a reposição. É mais confortável para os convidados que cada um sirva a sua bebida.

2. Calcule cadeiras e sofás. “Se a festa for para 50 pessoas, é bom que 30 bumbuns sentem”, diz Lilian Ruas.

3. Tenha sempre um Plano B. Marina Penna diz que, se a festa for ao ar livre, é sempre melhor trabalhar com possibilidade de chuva e deixar esquematizada uma cobertura ou um local alternativo para a comemoração.

4. Envolva as crianças nos preparativos. Além de darem as ideias de tema e decoração, as crianças podem ajudar na confecção e entrega de convites e na cozinha. “Meninas e meninos podem se divertir preparando os bolinhos e sanduíches que irão comer depois”, sugere Chris Campos.

5. Solte a criatividade. Um papel para embrulhar balinhas pode virar enfeite de mesa e papel crepom pode ser usado como toalha nas mesas menores. “O importante é não se engessar”, diz Lilian. Dê asas à sua imaginação, seja na decoração ou na comida. Que tal cupcakes na mesa principal? “Coloca-se uma velinha sobre cada bolinho e a hora do parabéns vira uma festa coletiva e deliciosa para as crianças”, diz Chris Campos.

Leia também
Comemore o aniversário das crianças com criatividade
 

Leia tudo sobre: buffetfesta infantilaniversárioideias para festadica

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG