Pesquisa aponta que atividade física resulta em melhora do humor, menos estresse e melhores notas

Aumento do fluxo de sangue e oxigênio para o cérebro, ocasionado pelo exercício físico, pode influenciar o desempenho em sala de aula
Getty Images
Aumento do fluxo de sangue e oxigênio para o cérebro, ocasionado pelo exercício físico, pode influenciar o desempenho em sala de aula
Segundo um estudo holandês, crianças habituadas à prática de atividades físicas têm melhor desempenho na sala de aula. Grande parte das análises desta pesquisa foi realizada nos Estados Unidos, mas países como o Canadá e África do Sul também estão presentes no relatório. As descobertas estão na edição de janeiro da Archives of Pediatrics & Adolescent Medicine .

Leia mais
- Como envolver as crianças em atividades físicas
- 10 dicas para melhorar o desempenho escolar do seu filho

“Nós encontramos fortes evidências de uma relação positiva entre atividade física e desempenho acadêmico”, diz Amika Singh, coordenador do grupo de pesquisadores da Universidade de Vrije, em Amsterdã. A pesquisa incluiu a análise de quatro estudos, envolvendo de 50 a 12 mil crianças, entre 6 e 18 anos.

Os estudiosos notaram que o aumento de fluxo de sangue e oxigênio para o cérebro, associados à prática de atividades físicas, podem ter um papel importante no bom desempenho em sala de aula. Eles sugerem que as atividades aumentam o nível de um hormônio responsável por diminuir o estresse e melhorar o humor. Ao mesmo tempo, permitem a criação de novas células nervosas e sinapses mais rápidas.

O grupo de pesquisadores, no entanto, alerta que é necessário realizar mais pesquisas para confirmar a ligação. “Poucos estudos de alta qualidade metodológica exploraram a relação entre atividade física e desempenho escolar”, completa. “Mais pesquisas precisam ser feitas sobre a associação entre exercícios físicos e rendimento escolar e sobre os processos envolvidos, através de um trabalho autêntico e válido para comprovar este fato”.

Leia também
A importância do brincar

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.