Pode tomar remédios para dor de cabeça durante a gravidez?

Por iG São Paulo

Texto

A cefaleia é um sintoma. É mais importante descobrir o que está causando o desconforto

Stefan
Gestantes podem tomar remédios para dor de cabeça apenas quando receitados
Grávidas podem tomar remédios para dor de cabeça, mas somente em quadros não graves e sempre sob orientação médica. “A cefaleia (dor de cabeça) é um sintoma, não uma doença”, lembra o ginecologista e obstetra Odair Albano, administrador em saúde pública. Isso significa que é preciso descobrir o que está provocando esta dor de cabeça – e, para isso, a gestante deve procurar o obstetra que dará o diagnóstico.

Leia mais: Gravidez semana a semana

“Em algumas situações, um simples banho, repouso ou refeição podem aliviar a intensidade da cefaléia”, garante o farmacêutico Rogério Hoefler do Conselho Federal de Farmácia.

Assim como em casos de gripe, produtos que contenham ácido acetilsalicílico devem ser evitados por causa dos riscos que podem oferecer ao feto. “A cefaléia é sintoma comum da gravidez nos primeiros meses e deve ser tratada com analgésicos que não atravessem a barreira placentária, como o acetaminofen”, indica a ginecologista e obstetra Denise Coimbra.

O ginecologista Luiz Ferraz de Sampaio Neto, da Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Sorocaba (PUC-SP), afirma que a dor de cabeça pode ser tratada com a ingestão de Paracetamol 750mg, com doses repetidas a, no máximo, 3 vezes ao dia – não sem antes conversar com o seu médico.

Saiba tudo que a grávida pode ou não pode fazer durante a gestação

Leia tudo sobre: pode ou não podegravidezdor de cabeça
Texto

notícias relacionadas