Pode tomar remédio de gripe durante a gestação?

Por iG São Paulo

Texto

O ideal é atacar o problema com soluções naturais – e lançar mão dos remédios só em último caso

Stefan
Contra a gripe, os remédios à base de acetaminofen são a melhor indicação
Grávidas podem tomar remédio contra gripe, mas somente os que combatem os sintomas. “O estado gripal pode ocorrer em uma ou duas vezes ao ano. Se ocorrer na gestação deve-se tratar dos sintomas decorrentes da gripe: dor no corpo, cansaço físico, febre, indisposição, baixa resistência”, explica a ginecologista e obstetra Denise Coimbra. Ela recomenda o uso de analgésico à base de acetaminofen  – que não atravessa a barreira placentária – e repouso.

Leia mais: Gravidez semana a semana

Já para o ginecologista Luiz Ferraz de Sampaio Neto, da Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Sorocaba, o uso de qualquer medicamento deve ser discutido com o obstetra antes de ser administrado. “Os medicamentos denominados ‘antigripais’ frequentemente contêm substâncias proibidas durante a gravidez, como descongestionantes nasais”, alerta.

Segundo o farmacêutico Rogério Hoefler, conselheiro do Centro Brasileiro de Informação sobre Medicamentos (Cebrim) do Conselho Federal de Farmácia, os descongestionantes nasais podem provocar taquicardia e hipertensão, entre outros problemas capazes de prejudicar a mãe e o feto. “A aplicação de soro fisiológico pela via nasal pode ajudar a desobstruir as narinas. Banhos com água fria ajudam a reduzir o desconforto da febre”, recomenda.

No caso de febre muito alta, dores de cabeça e no corpo, a orientação dos dois especialistas é administrar Paracetamol. “Analgésicos que contêm ácido acetilsalicílico e anti-inflamatórios podem interferir no desenvolvimento do feto ou retardar o trabalho de parto, por isso, normalmente não são recomendados”, explica Hoefler.

Saiba tudo que a grávida pode ou não pode fazer durante a gestação


 

Leia tudo sobre: pode ou não podegravidezgripe
Texto

notícias relacionadas