ver novamente

Guerra entre irmãos

Brigas são naturais na infância, mas pais devem ensinar a colaboração entre filhos

As brigas entre irmãos são naturais na infância e, normalmente, envolvem ciúme dos pais, disputa por brinquedos ou coisas pequenas e rotineiras, como quem pegou o carrinho de quem. Os adultos, em geral, devem deixar que os filhos acertem as diferenças sozinhos, observando de perto os procedimentos adotados por cada um.

Somente se a situação sair de controle deve-se intervir. Depois de acalmá-los, esclareça o acontecido e faça com que peçam desculpas um ao outro, para se reaproximarem de novo, como irmãos. Se as discussões são constantes, vale também propor jogos em que possam agir em dupla, reforçando o vínculo de amizade entre eles.

A chegada de um novo irmãozinho também pode aumentar a tensão. Para evitar este tipo de problema, os pais devem fazer o mais velho participar desde o início da gravidez, enfatizando a alegria do momento, a importância que ele terá como irmão mais velho e o fato de que ele terá um companheiro. Depois que o bebê nascer, deixe-o segurar, ajudar a dar banho, escolher a roupinha e opinar sobre a decoração do quarto.

CONCEITOS RELACIONADOS

todos os conceitos