Atriz e apresentadora fala dos desafios da maternidade, da volta ao trabalho e dos planos de ter outro filho

Daniele Suzuki e o marido, Fábio, almoçando com Kauai: cotidiano normal
Marcelo Soalheiro/ByteBeach/Brainpix
Daniele Suzuki e o marido, Fábio, almoçando com Kauai: cotidiano normal
Como muitas mães, ela também foi surpreendida quando o bebê que esperava decidiu chegar antes do tempo. A mala da maternidade não estava pronta e, apesar das tentativas, o desejado parto normal não pôde acontecer. Amamentar também foi um aprendizado. No primeiro mês, com o peito ferido e as costas acabadas, ela ainda teve de lidar com uma miríade de conselhos malucos, embora bem-intencionados.

Não é difícil perceber que a atriz e apresentadora Daniele Suzuki encontrou, na maternidade, os mesmos desafios e delícias comuns a muitas mulheres. Ela dividiu alguns deles em seu blog, com completa honestidade sobre as noites de choro, as dores do início e as alegrias de ser mãe, papel assumido em 13 de junho deste ano, com a chegada de Kauai, filho dela com o empresário Fábio Novaes. E contou mais a respeito da experiência em entrevista ao Delas .

iG: Você chegou a comentar que nos primeiros dois meses sofreu bastante com amamentação . Agora está mais tranquila? Como está se saindo?
Daniele Suzuki:
Muito bem. Nossa, agora é gostoso demais! No início é difícil mesmo, mas depois é mágico!

iG: Ser mãe de primeira viagem deve ser uma emoção inusitada. Como está sendo vivenciar todas estas descobertas?
Daniele Suzuki:
É difícil explicar. Cada dia descubro um mundo e me apaixono mais por esse universo.

Daniele durante a gestação, praticando ioga
Divulgação
Daniele durante a gestação, praticando ioga

iG: Você havia comentado que se tudo corresse bem, faria parto natural. Você conseguiu?
Daniele Suzuki:
Não. Hoje sinto que me faltaram algumas informações e tudo correu como Deus quis. Na hora as coisas não saíram como o esperado, mas tudo bem.

iG: Nos últimos dias antes da chegada do Kauai como você se sentiu?
Daniele Suzuki:
Muito bem, estava tranquila e não esperava que ele viesse tão cedo. Foi uma surpresa.

iG: Nos primeiros meses de gravidez você chegou a fazer alguns cursos básicos. Agora com a chegada do Kauai você pode dizer que se sente mais preparada?
Daniele Suzuki:
Com certeza, a prática real é o melhor curso (risos). O curso ajuda muito, mas a gente tem um instinto natural que dita as regras.

iG: O que mudou no seu jeito de olhar a vida depois de ter se tornado mãe?
Daniele Suzuki:
Tudo. Penso mais no futuro agora, entendo minha mãe de forma diferente, vejo o mundo com mais cuidados e sinto uma enorme força dentro de mim, capaz de enfrentar o mundo pelo meu bebê.

Daniele passeia com Kauai: mudanças no corpo e no modo de ver a vida
Daniel Delmiro/AGNews
Daniele passeia com Kauai: mudanças no corpo e no modo de ver a vida
iG: E as mudanças no seu corpo?
Daniele Suzuki:
Estou muito acima do meu peso e numa luta diária com as minhas roupas. Mas me sinto tão mãe que às vezes esqueço que também sou mulher. Quero um tempinho para mim e ao mesmo tempo estou certa de que meu tempo é todo dele, e me sinto feliz com isso.

iG: Você chegou a fazer alguma dieta especifica?
Daniele Suzuki:
Nossa, estou comendo muito! Sinto muita fome amamentando e não tenho feito grandes exercícios. Somente uma ioga leve, com o bebê, quando dá. Ainda falta bastante para voltar ao meu peso. Mas entendo que o momento é dele e respeito.

iG: Você está controlando melhor a alimentação por conta da amamentação?
Daniele Suzuki:
Sim. Não tomo mais refrigerantes e me alimento de forma saudável. Com a saudável escapadinha também! Pretendo amamentar até os dois anos.

iG: Sabemos que o Kauai acabou de chegar, mas a pergunta é inevitável. Vocês pensam em dar um irmãozinho pra ele?
Daniele Suzuki:
Com certeza, e logo.

iG: Para o próximo ano você já planeja alguma coisa na televisão?
Daniele Suzuki:
Em janeiro saio da minha licença-maternidade e volto a trabalhar mais pesado. Mas pretendo equilibrar os horários para não faltar nada de mim pra ele. Graças a Deus a minha profissão hoje permite isso, então vou aproveitar.

Leia também
Guia do Bebê: desafios de cada fase, dos zero aos 12 meses
Dez dicas para fotografar seu bebê

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.