Pesquisa recente descobriu que aumento do número de horas dormidas e dos episódios de sono está ligado ao crescimento dos bebês

Quantidade de sonecas e de horas de sono influencia no crescimento do bebê
Getty Images
Quantidade de sonecas e de horas de sono influencia no crescimento do bebê
Nova pesquisa aponta que, para os bebês, dormir mais está relacionado a picos de crescimento. Participaram do novo estudo 23 pais. Eles mantiveram registros diários dos períodos de sono dos filhos (14 meninas e 9 meninos), que tinham apenas 12 dias de vida no início do estudo. Os pesquisadores analisaram um total de 5.789 registros diários de sono, além de também monitorar o crescimento dos bebês.

Leia também
Cinco passos para a noite de sono perfeita
7 dicas para melhorar o sono do seu filho

O estudo revelou que os bebês não apresentavam um padrão regular de episódios de sono. A quantidade de horas dormidas ao longo de um dia foi aumentando em intervalos irregulares, em uma média de 4,5 horas a cada dois dias. Além disso, o número de episódios diários de sono também aumentou em uma média de três sonecas extras ao dia.
Foi observada uma associação relevante entre o aumento de episódios de sono e os picos de crescimento corporal. Os picos de crescimento tendem a ocorrer dentro das 48 horas posteriores aos episódios repentinos de sono. Os pesquisadores determinaram que a probabilidade de ocorrer um pico de crescimento aumentou em 43% para cada episódio de sono adicional e em 20% para cada hora extra de sono.

O estudo foi publicado na primeira edição de maio do periódico científico “Sleep”.

“Os resultados demonstram que o pico de crescimento não somente ocorre durante o sono, mas também é significantemente influenciado pelo mesmo”, disse Michelle Lampl, professora do departamento de antropologia da Emory University, de Atlanta, em um boletim da Academia Americana de Medicina do Sono. “Um período mais longo de sono corresponde a um maior crescimento do comprimento corporal”, disse Michelle, uma das investigadoras da pesquisa. “Ainda não está clara a natureza da ligação entre o aumento do período de sono e o crescimento dos bebês, mas já se sabe que a secreção do hormônio do crescimento é maior durante o sono”, completou.

Ela complementou que as descobertas podem ser úteis aos pais, que costumam ficar frustrados com a variabilidade e imprevisibilidade dos padrões de sono dos bebês.

(Tradução: Claudia Batista Arantes)


Veja mais
25% das crianças sofrem de falta de sono
Seu filho dorme bem?
Vídeo: como fazer o bebê dormir

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.