A ideia de Amanda Mitchell foi remover todos os itens do quarto da filha, Hannah, com exceção da cama e de algumas roupa com frases anti-bullying

Geralmente, quando uma criança não se comporta bem, os pais costumam dar um castigo, como proibir o filho de assistir televisão, jogar videogame ou brincar com os amigos. Amanda Mitchell, da província canadense de Terra Nova e Labrador, teve uma ideia diferente para tentar melhorar o comportamento da filha , Hannah, e agora está dando o que falar na internet. 

Leia também: Mãe proíbe filha de usar biquíni e cria polêmica ao contar decisão na internet

Hannah foi acusada de praticar bullying na escola e, por causa disso, a mãe dela teve uma ideia inusitada de castigo
shutterstock
Hannah foi acusada de praticar bullying na escola e, por causa disso, a mãe dela teve uma ideia inusitada de castigo


Amanda compartilhou o castigo que deu à filha no Facebook — mas depois removeu a publicação. Segundo ela, Hannah, de nove anos de idade, foi acusada de praticar bullying na escola e se comportar mal durante as aulas. Por causa disso, a decisão dela foi esvaziar completamente o quarto da menina, deixando apenas a cama e algumas roupas, e chamou o local de "detenção juvenil da mamãe".

“O resultado: um quarto vazio. Ela não tem mais nada. Bem-vinda à Detenção Juvenil da Mamãe, garotinha", escreveu na postagem, mencionando ainda que a menina só teria uma camiseta com dizeres anti-bullying para vestir durante uma semana.

Como castigo, a mãe, Amanda, retirou todas as coisas do quarto de Hannah, com exceção da cama e de algumas roupas
Reprodução/Facebook/Amanda Mitchell
Como castigo, a mãe, Amanda, retirou todas as coisas do quarto de Hannah, com exceção da cama e de algumas roupas


Além disso, a menina ainda teria que escrever frases contra a prática de  bullying , como "Eu não vou mentir" e "Vou ser gentil com todos" pelo menos 50 vezes cada uma para que pudesse "recuperar as coisas uma de cada vez". 

"Severa? Não na minha opinião. Se ela crescer, infringir a lei e depois ir para a cadeia, não é isso que desejo para os meus filhos. Acho que o problema dessa geração são as punições inadequadas. 'Punir alguém é algo ruim e devemos usar reforço positivo, ignorando o mal comportamento' — Essa não é a minha casa", escreveu a mãe. 

Leia também: Mãe quer que férias escolares deixem de existir e cria polêmica na web

Castigo gerou debate online

A ideia de Amanda acabou criando uma discussão nas redes sociais sobre diferentes métodos de punição. Alguns internautas concordaram com a mãe  e fizeram comentários positivos: "Crianças precisam aprender as consequências de seus atos e são os pais que devem ensinar. Elogios para essa mãe", escreveu uma. "Isso é maternidade inteligente", diz a outra. 

A discussão migrou do Facebook para o Twitter e alguns usuários discordaram firmemente da forma como a mãe lidou com o caso. "A menina tem nove anos! A única coisa que isso prova é a sua inabilidade de ser uma boa mãe", afirma um dos comentários. 

Depois da polêmica, Amanda deu uma entrevista ao portal "Global News" e afirmou que ia "minimizar a pena" de Hannah. Em vez de 50 linhas e uma camiseta para vestir, a menina só vai precisar copiar 25 e terá quatro camisetas com frases anti-bullying para usar durante a semana.

Além disso, a mãe também afirmou ter sentado com a filha e discutido o comportamento antes de retirar todos os itens do quarto, para explicar por que a menina estava errada em agir daquela forma e como bullying é algo errado. 

Leia também: "Ele me deu um tapa", diz menina à mãe após adulto bater nela em escola

Amanda afirma que o castigo é para ajudar a filha, que está "muito arrependida" e, apesar das críticas, não acredita ser uma "mãe ruim". "Eu estou tentando muito ser uma boa mãe. Sou mãe solo e estou me esforçando para dar uma boa vida para os meus filhos", declara. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.